Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

13 Março de 2018 | 16h49 - Actualizado em 13 Março de 2018 | 16h48

África do Sul: Sociedade lamenta morte de dirigente comunista Charles Setsubi

Pretória - Organizações da sociedade civil sul-africana lamentaram nesta terça-feira, em Pretória, a morte do dirigente comunista Charles Setsubi, activo lutador contra o apartheid para conseguir a libertação completa e a emancipação social na África do Sul, noticiou a Prensa Latina.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Mapa da África do Sul

Foto: Tarcísio Vilela

Ainda como estudante, Setsubi filiou-se ao Congresso Nacional Africano (ANC), em 1970, tendo abandonado o país cinco anos mais tarde perseguido pelo regime de segregação racial, voltando depois para incorporar-se no trabalho clandestino da ala armada dessa organização, Umkhonto we Sizwe.

Membro do Comité Central do Partido Comunista sul-africano (PCS), o dirigente também esteve radicado em Lesotho e Zâmbia, onde trabalhou com Chris Hani, ex-secretário geral dessa formação política e na altura chefe do Umkhonto we Sizwe.

Numa mensagem, o ANC recorda que Setsubi teve que abandonar o país e ir ao exílio para continuar a luta pela total libertação do povo sul-africano e afirma que a sua morte "nos tira um educador político e um servidor do povo".

Assuntos África do Sul  

Leia também