Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

17 Maio de 2018 | 14h56 - Actualizado em 17 Maio de 2018 | 14h56

Moçambique:Termina recenseamento eleitoral

Maputo - O recenseamento eleitoral para as eleições autárquicas de 10 de Outubro, em Moçambique, termina nesta quinta-feira, com os últimos dados disponíveis a apontarem para um registo de 80% dos potenciais eleitores, anunciaram à Lusa as autoridades.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Imagem de uma sessão de de recenseamento (Arquivo)

Foto: kinda kyungu

De acordo com a informação mais recente, relativa ao domingo, foram registados cerca de seis milhões de eleitores, de uma previsão total de 7,6 milhões, nos 53 municípios onde decorre o registo.

O Centro de Integridade Pública (CIP), organização da sociedade civil moçambicana que, entre outros projectos, acompanha os processos eleitorais no país, referiu em comunicado que a Comissão Nacional de Eleições (CNE) "pode atingir 90% de potenciais eleitores recenseados, mas somente porque cortou as metas de total de eleitores a registar por três vezes".

A meta inicial, no arranque da operação de recenseamento, a 19 de Março, era de 8,5 milhões de eleitores e baixou para 7,6 milhões.

"Da meta inicial para a actual, o Secretariado Técnico de Administração Eleitoral (STAE) cortou mais de 900 mil eleitores, uma redução equivalente a 10,5% do universo inicial, o  que está muito acima das margens de erro admissíveis em censos", refere o CIP.

O porta-voz do STAE, Cláudio Langa, disse à Agência de Informação de Moçambique

(AIM), na quarta-feira, que as mudanças têm origem na atualização de dados fornecidos pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), que ainda está a trabalhar nos dados brutos do último censo populacional, realizado em Agosto de 2017.

Ainda de acordo com aquele organismo, o recenseamento é válido para todo o ciclo eleitoral, que começa em Outubro e termina com as eleições gerais em 2019, mas será necessário um recenseamento de actualização para os eleitores que completam 18 anos no próximo ano

Assuntos Moçambique  

Leia também