Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

12 Julho de 2018 | 18h43 - Actualizado em 12 Julho de 2018 | 18h42

Etiópia: Governo repatria três mil cidadãos bloqueados no estrangeiro

Addis Abeba - O governo etíope repatriou três mil dos seus cidadãos que se encontravam bloqueados em alguns países desde há três meses, afirmou nesta quinta-feira, um responsável governamental, citado pela Prensa Latina.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

MAPA DA ETIÓPIA

Foto: ANGOP

De acordo com o porta-voz do ministério etíope dos Negócios Estrangeiros, Meles Alem, esses cidadãos foram repatriados a partir dos Emirados Árabes Unidos, do Quénia, Djibuti e do Sudão.

Desde a entrada em funções do governo do novo Primeiro-Ministro Abiy Ahmed, em Abril último, os esforços para proteger os etíopes que vivem no estrangeiro conheceram sucessos notáveis com o repatriamento de cidadãos que vivendo ilegalmente em alguns países estrangeiros.

“Os gestos de reconciliação de Ahmed e seus esforços para consolidar os consensos durantes esses 100 dias em funções, permitiram aos etíopes que vivem no estrangeiro a regressar ao seu país para participar do processo actualmente em curso na Etiópia”, declarou o porta-voz.

Apesar do crescimento económico e das campanhas de sensibilização do governo etíope sobre os riscos do tráfico de seres humanos, milhares de etíopes à procura de melhores oportunidades económicas são vítimas a cada ano, de tráfico em direcção ao Médio Oriente, África e Europa.

Um grande número de etíopes são vítimas de sevícias por parte de passantes e outros criminosos, incluindo sob a forma de violência sexual e física, durante o seu trajecto para o seu destino final.

Assuntos Imigração  

Leia também