Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

12 Setembro de 2018 | 11h41 - Actualizado em 12 Setembro de 2018 | 11h40

África do Sul: ANC dá prioridade ao combate à criminalidade

Cidade do Cabo - O Congresso Nacional Africano (ANC) prometeu terça-feira, num comunicado, dar prioridade ao combate à criminalidade.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Imagem de supostos criminosos (Arquivo)

Foto: Pedro Moniz Vidal

Segundo a xinhua que teve acesso ao documento, o ANC reagia à publicação, pelo ministro da Policia, Bheki Cele, das estatísticas sobre a criminalidade na África do Sul.

A taxa de assassinatos no país segue uma trajectória ascendente, caracterizada por um aumento de 6,9 % no período entre 01 de Abril de 2017 a 31 de Março de 2018, com 20.336 assassinatos no mesmo período, representando um número de 57 pessoas mortas por dia.

As armas de fogo, 41%, e as facas, 31% são mais usadas nos assassinatos, segundo o relatório.

O relatório revela igualmente um aumento da violência ligada aos géneros, como um aumento de 8,2 % do número de agressões e um aumento de 0,5 % do número de violações.

Entre os crimes frequentes, há os ataques aos veículos que transportam dinheiro, que no referido período foram de 238 casos, seja 86 a mais do que no período anterior que foram de 152, e na maioria dos casos os guardas foram desarmados.

Os assaltantes das residências particulares baixaram de 7,5 %, o que significa, mesmo assim, 625 residências assaltadas por dia, na África do Sul.

No total, 2,09 milhões de casos de crimes foram registados no período considerado, contra 2,12 milhões precedentes, o que representa uma redução de 4,4 %.

Assuntos África do Sul  

Leia também