Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

10 Outubro de 2018 | 11h16 - Actualizado em 10 Outubro de 2018 | 11h15

Tanzânia: Banco Mundial vai apoiar o sector da Educação

Dar Es Salaam - O Banco Mundial (BM) planeia apoiar o sector educacional tanzaniano com 594 milhões de dólares,

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Logotipo do Banco Mundial

Foto: Francisco Miudo

A informação foi dada pela directora Nacional do BM na Tanzânia, no Malawi, no Burundi e na Somália, Bella Bird.

Bella Bird revelou o facto no termo de um encontro com o Presidente tanzaniano, John Magufuli.

A actual carteira de projectos do Banco Mundial na Tanzânia cobre 25 operações para compromissos de quase 3,95 mil milhões de dólares, a maior parte destinada a transporte.

O Grupo do BM apoia também projectos de análise e de assistência técnica complementares aos programas do governo.

Assuntos Tanzânia  

Leia também
  • 09/10/2018 11:55:12

    Tanzânia: Acidente de viação mata quatro pessoas e fere dez

    Arusha - Pelo menos quatro pessoas morreram e dez ficaram gravemente feridas num acidente de autocarro na região de Manyara, Norte da Tanzânia, informou a Polícia na segunda-feira.

  • 24/09/2018 11:55:32

    Tanzânia: Balsa mata 224 pessoas no Lago Vitória

    Ukara (Tanzânia) - Duzentos e vinte e quatro mortos, entre os quais incluindo 126 mulheres, 71 homens, 17 meninas e 10 meninos, é o resultado do naufrágio de uma balsa ocorrido sexta-feira último no Lago Vitória, segundo o Primeiro-ministro, Kassim Majaliwa.

  • 22/09/2018 13:48:26

    Tanzânia: Número de mortos no naufrágio aumenta para 131

    Dar-es-Salam - Cento e trinta e um mortos é o balanço do naufrágio sexta-feira de uma balsa no Lago Vitória, anunciou o Presidente tanzaniano, John Magufuli, que decretou quatro dias de luto nacional.