Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » África

22 Maio de 2020 | 20h02 - Actualizado em 22 Maio de 2020 | 20h02

África do Sul: Marcado para 1 de Junho o reinício das aulas

Pretória (Da correspondente) - A ministra da Educação Básica, Angie Motshekga, disse nesta cidade que os alunos da sétima classe e do 12º grau retornarão as aulas a partir do dia 1 de Junho do corrente ano.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Um ângulo da cidade de Pretória, África do Sul

Foto: Francisco Miúdo

A reabertura das escolas segue-se a aprovação, pelo Conselho Nacional de Comando do Coronavírus e pelo Gabinete do Plano do Departamento de Educação Básica  (DBE), da decisão de se retomar as aulas de forma escalonada.

Angie Motshekga adiantou que "todas as escolas devem aderir e observar os protocolos de saúde e segurança que serão implementados. Começaremos com os níveis acima referenciados e as demais classes seguirão no devido tempo”.

A decisão assenta no facto de a sétima classe ser o último ano do ensino primário e o 12º marcar o final do ciclo secundário, dando acesso a universidade, explicou a ministra.

Entretanto, ainda não foi anunciada a data para a retoma das demais classes académicas.

A ministra revelou que este escalonamento dos níveis de ensino responde à medida do governo de continuar a aliviar gradualmente o confinamento imposto no país para conter a propagação da pandemia da covid-19.

Um calendário escolar revisto será publicado em breve, afirmou, indicando as datas de abertura, intervalos e fecho entre as escolas.

No quadro da preparação para a reabertura da actividade escolar, está em andamento a distribuição de meios essenciais para a prevenção do coronavírus, como desinfectantes, máscaras e água, a que se junta a melhoria do saneamento em todas as instituições de ensino no país.

Para tornar mais eficaz esta pretensão, o Departamento de Educação Básica (DBE) assinou um protocolo de execução com o Departamento de Assentamentos Humanos, Água e Saneamento, para garantir o fornecimento de água às escolas. 

De acordo com a ministra, o DBE estendeu o seu programa às instituições de ensino para crianças com necessidades especiais para que sejam adequadamente equipadas e os alunos com deficiência devidamente atendidas.

A África do Sul registou, até quinta-feira última, um total de 19.137 casos positivos de covid-19 e 369 mortes, estando neste momento a observar um período de confinamento nacional.

Assuntos África do Sul  

Leia também