Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Ambiente

17 Julho de 2018 | 12h28 - Actualizado em 17 Julho de 2018 | 12h27

Caça furtiva coloca animais em perigo de extinção no Golungo Alto

Golungo Alto - Animais como javalis, veados, gazelas e macacos existentes na reserva florestal do Golungo Alto, província do Cuanza Norte, encontram-se em perigo de extinção devido a caçadores furtivos que operam na região.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Caça furtiva periga animais no Golungo Alto

Foto: Gaspar dos Santos

Em declarações à imprensa hoje (terça-feira), a administradora municipal do Golungo Alto, Teresa da Costa, manifestou-se preocupada com a situação que está a promover o desaparecimento de algumas espécies animais decorrente da prática da caça durante todo ano, incluindo na fase de reprodução.

Para inverter o actual quadro, referiu, estão a ser adoptadas medidas conjuntas entre a administração municipal, o comando municipal da Políca Nacional e o Instituto de Desenvolvimento Florestal (IDF), versadas na recolha das armas em posse ilegal dos caçadores.

Teresa da Costa disse estarem igualmente em curso campanhas de sensibilização dos munícipes sobre a importância da conservação da fauna, flora e do meio ambiente para a preservação dos ecossistemas.

Para tal, apelou a juventude a aderir a formação académica e profissional, ao invés da caça, que quando desregrada apresenta prejuízos para os próprios e para a sociedade em geral.

 
A Reserva Florestal do Golungo Alto conta com uma área de 558 quilómetros quadrados, é rica em diversidade animal e de plantas, onde predominam espécies como elefante, pacaça, hipopótamo, antílopes diversos, corça, lebre, galinha do mato e perdizes.

Leia também
  • 03/02/2019 16:33:37

    Tempo em Angola

    Luanda - O Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica (INAMET) prevê, até às 18h00 de segunda-feira (dia 04), para a região Norte do país, a ocorrência de chuva moderada a forte, acompanhada por vezes de trovoada em alguns municípios das províncias do Zaire, Cabinda, Bengo, Uíge, Malanje, Lunda Sul e Lunda Norte durante a manhâ e ao entardecer.

  • 02/02/2019 19:21:32

    Previsão do tempo

    Luanda - O Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica (INAMET) prevê, até às 18h00 de domingoo (dia 03), para a região norte do país, a ocorrência de chuva fraca a moderada, acompanhada, por vezes, de trovoada em alguns municípios das províncias de Cabinda, Malanje, Lunda Norte e Lunda Sul durante a noite e ao longo da tarde.

  • 01/02/2019 15:33:06

    Fixada quota para importação de hidroclorofluocarbonos

    Luanda - Cento e setenta toneladas de hidroclorofluocarbonos (HCFCs) é quantidade que 42 empresas em Angola estão autorizadas a importar este ano.

  • 01/02/2019 14:04:23

    Elaboração de relatório sobre biodiversidade previsto para Março

    Luanda - A elaboração do sexto Relatório Nacional para a Convenção da Biodiversidade (6RNB) está prevista para Março de 2019, devido a transferência tardia dos fundos, no valor de 207.551 dólares.