Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Ciência e Tecnologia

02 Junho de 2018 | 02h31 - Actualizado em 01 Junho de 2018 | 13h55

Feira de Tecnologia de Segurança acontece no Nova Vida

Luanda - A sexta edição da Feira de Tecnologia de Segurança sob o lema " Faça hoje, amanhã poderá ser tarde" acontece neste final de semana no Shopping Xyami, no distrito urbano do Nova Vida, município do Kilamba-Kiaxi, em Luanda.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Feira da tecnologia de automóvel (Arquivo)

Foto: Angop

A feira promovida pela delegação provincial do Ministério do Interior (Minint) e a Associação das Empresas de Tecnologia de Segurança ( AETS) vai decorrer hoje , sábado, a partir das nove até 18 horas.

O certamente tem como objectivo facilitar o acesso as tecnologias de autoprotecção principalmente para veículos e residências.

Na ocasião serão ainda prestadas todas as informações e esclarecimentos aos visitantes sobre as valências dos equipamentos.

Para o director do gabinete de comunicação Institucional e Imprensa do MININT, intendente Mateus Rodrigues, a feira permite que os cidadãos tenham possibilidades de adquirir os meios para prevenir e combater os crimes de roubo e furto de viaturas, com realce  para o sistema GPS.

Referiu que a instalação do sistema GPS tem facilitado a localização dos carros roubados e a pronta intervenção das forças de segurança.

Aconselhou, por outro lado, os cidadãos a terem em conta este aspecto para facilitar a localização dos meios em caso de roubo, porque a polícia conta também com meios aéreos para o processo de recuperação dos automóveis furtados, desde que o proprietário faça participação.

O GPS tem sido a principal opção tecnológica adoptada pelos angolanos, por ser de fácil instalação e os dados serem obtidos em tempo real via internet, ajudando na recuperação, por parte da Policia Nacional, de viaturas roubadas.

Alertou que a instalação do sistema GPS tem facilitado a localização dos carros roubados e a pronta intervenção das forças de segurança.

Na província de Luanda, com acesso ao sistema GPS, o roubo de viaturas reduziu de uma a duas viaturas por dia contra as anteriores quatro a cinco.

As viaturas modernas roubadas são, na sua maioria, vendidas  em outras localidades ou utilizadas para acções delituosas e as mais antigas para o desmanche, no sentido das peças serem vendidas a retalho.

Leia também
  • 20/01/2019 10:14:15

    Formandos trocam experiências sobre tecnologias de informação no Cazenga

    Cazenga - Trezentos jovens, que frequentam o Centro de Formação Profissional do Cazenga, em Luanda, participaram no workshop sobre ingresso no mercado de trabalho, empreendedorismo e tecnologias de informação.

  • 30/11/2018 13:20:26

    Sétima Feira de Segurança Electrónica acontece em Dezembro

    Luanda - A delegação de Luanda do Ministério do Interior (MININT) realiza, nos dias um e dois de Dezembro, no distrito do Nova Vida, município do Kilamba-Kiaxi, em Luanda, a sétima edição da Feira de Segurança Electrónica.

  • 21/11/2018 13:51:19

    Feira de invenções de Nuremberga aberta a produtos industrializados

    Luanda - A Feira de Ideias, Invenções e Novos Produtos (iENA), anualmente realizada em Nuremberga (Alemanha), pode a partir da edição 2019 contar com produtos industrializados angolanos, em função da inclusão este ano da categoria "Indústria", que premeia produtos de grandes empresas.

  • 19/11/2018 20:01:15

    Estudante lança aplicativo para resgate de valores culturais e linguísticos

    Lubango - Um aplicativo informático denominado “Resgate de Valores Culturais e Linguísticos”, criado pelo estudante Rafael Calitoco, afecto ao Instituto Superior Politécnico Independente (ISPI), será lançado oficialmente na segunda quinzena de Fevereiro de 2019, com objectivo da valorização das línguas nacionais angolanas.