Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Ciência e Tecnologia

11 Julho de 2018 | 15h14 - Actualizado em 11 Julho de 2018 | 15h12

Angola recolhe indicadores sobre Ciência e Tecnologia

Luanda - O Ministério do Ensino Superior, Ciência e Tecnologia e Inovação vai abrir, dentro de três semanas, uma campanha de recolha de indicadores desses sectores - anunciou hoje, em Luanda, a ministra Maria do Rosário Sambo.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ministra do Ensino superior Maria do Rosário Bragança

Foto: Clemente dos Santos

A ministra, que discursava no seminário sobre indicadores de Ciência, Tecnologia e Inovação, fez saber que a campanha se destina à materialização dos objectivos da política nacional do sector no quadro do Programa de Desenvolvimento Nacional (PDN) 2018-2022 e na Estratégia da SADC de Mediação da Ciência, Tecnologia e Inovação.

Maria do Rosário Sambo referiu que o Decreto Presidencial de 201/11 de 20 de Julho estabelece o apuramento dos indicadores de Ciência, Tecnologia e inovação como forma de assegurar o acompanhamento desta actividade pelo Executivo, tendo em atenção o investimento realizado, a produção científica, tecnológica e a integração dos resultados obtidos na sociedade.

Noutra parte do seu discurso, a ministra do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação instou os actores e parceiros a produzir mais conteúdos científicos de modo a se atingir um porcento do PIB dedicado à ciência, ao contrário dos actuais 0,07, equivalente entre 12 a 14 milhões de dólares.

Sobre a recolha de dados, disse que os principais resultados estão relacionados com a despesa interna bruta em investigação e desenvolvimento, o número de investigadores científicos em instituições de ensino superior e de investigação e desenvolvimento, o tempo dedicado à investigação científica, bem como os resultados obtidos em forma de produção científica (artigos científicos e outros tipo de publicações indexadas em bases de dados internacionais) e produção tecnológica (patentes, protótipos, desenhos técnicos e novos produtos).

O seminário vai proporcionar habilidades aos participantes sobre produção de indicadores básicos em ciência, tecnologia e inovação, para publicação do relatório nacional sobre o assunto.  

Assuntos Ciências   Tecnologias  

Leia também
  • 01/11/2018 23:59:55

    Angola:Feira internacional da Alemanha arranca com 800 ideias e novos produtos

    Luanda - Oitocentas ideias, invenções e novos produtos, das quais 11 de Angola, estão expostas desde hoje, em Nuremberg, República Federal da Alemanha, na 70ª edição da Feira de Ideias, Invenções e Novos Produtos (iENA), com o fim previsto para Domingo.

  • 01/11/2018 18:09:28

    Massificação das TIC facilita o acesso ao saber

    Luanda - A necessidade de massificação das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) nas escolas do ensino secundário para facilitar o acesso rápido a informação e ao conhecimento foi defendida hoje, quinta-feira, em Luanda, pela engenheira Juliana Panzo, ligada ao Instituto de Fomento da Sociedade da Informação (INFOSI).

  • 01/11/2018 10:00:09

    Feira de Ideias e Invenções de Nuremberga com 11 projectos nacionais

    Luanda - Angola está representada com 11 projectos na 70ª edição da Feira de Ideias, Invenções e Novos Produtos, que decorre de 01 a 4 deste mês, em Nuremberga, na Alemanha.

  • 18/10/2018 18:23:06

    Multinacional anuncia funcionamento do Sistema de Cabos Submarinos

    Luanda - A multinacional angolana de telecomunicações, Angola Cables, anunciou hoje, em Luanda, a entrada em funcionamento do Sistema de Cabos Submarinos da Costa Ocidental Africana (WACS), condicionado desde o passado dia 18 de Setembro, em consequência do corte registado a cerca de 1,2 quilómetros da Estação de Sangano.