Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Ciência e Tecnologia

31 Outubro de 2018 | 14h33 - Actualizado em 31 Outubro de 2018 | 14h33

África code week 2018 identifica questões sociais

Luanda - O curso de programação informática África code week 2018, que terminou hoje em Luanda, destina-se a identificar e desenvolver uma solução tecnológica para questões sociais - disse hoje, quarta-feira, a embaixadora dos Estados Unidos, Nina Maria Fite.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Durante o encerramento do “África code week 2018, Nina Maria Fite afirmou que foram identificados, desde o concurso de 2017,  jovens estudantes e empreendedores que desenvolveram uma solução tecnológica sobre assistência médica em Angola.

Realizado entre os dias 15 e 26 de Outubro de 2018 em várias províncias do país, para capacitar crianças e jovens em escolas, igrejas e outros locais. As acções foram asseguradas por formadores e professores treinados na primeira fase.

Por seu turno, o representante do África code week em Angola, Dimonekene Dituatala, informou que se pretende formar, esse ano, mais de 15 mil jovens em programação digital.

A iniciativa teve início em 2015 e Angola "abraçou” o projecto com a integração dos Ministérios de Educação, Ensino Superior Ciências Tecnologias e Inovação, assim como o das Telecomunicações e Tecnologias de Informação.

Assuntos Formação   Internet  

Leia também
  • 20/01/2019 10:14:15

    Formandos trocam experiências sobre tecnologias de informação no Cazenga

    Cazenga - Trezentos jovens, que frequentam o Centro de Formação Profissional do Cazenga, em Luanda, participaram no workshop sobre ingresso no mercado de trabalho, empreendedorismo e tecnologias de informação.

  • 04/10/2018 10:01:36

    Oitenta porcento dos angolanos terão acesso à banda larga em 2022

    Luanda - Oitenta porcento da população angolana deverá ter acesso ao serviço de banda larga até 2022, informou, em Luanda, o secretario de Estado das Telecomunicações, Mário de Oliveira, durante o ?Breakfast com o regulador?, realizado pelo Instituto Angolano das Comunicações (INACOM).

  • 03/10/2018 17:28:57

    Cinfotec contará com cursos de nível superior

    Luanda - O Centro Integrado de Formação Tecnológico (CINFOTEC) terá a partir de 2020 no seu currículo académico cursos com a mesma equivalência dos do ensino superior, anunciou, em Luanda, o director da instituição, Gilberto Figueiredo.