Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Ciência e Tecnologia

31 Outubro de 2019 | 18h01 - Actualizado em 01 Novembro de 2019 | 10h47

IFIA fica sob protecção da ONU

Luanda - A federação internacional das associações dos inventores IFIA ficará, a partir de agora, sob protecção da ONU, tendo em conta os apoios para a materialização dos projectos inscritos pelos associados, anunciou hoje, em Nuremberga (Alemanha), o seu presidente, Alireza Rastegar.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

De acordo com o responsável, a IFIA sai da protecção da União Europeia e passa a ter o patrocínio da  organização transcontinental, que constitui um grande ganho tendo em conta os apoios, para a materialização de uma série de projectos inscritos pelos seus associados.

O responsável prestou esta informação quando falava no acto de abertura da conceituada Feira de Ideias, Invenções e Novos Produtos (iENA), em Nuremberg - República Federal da Alemanha.

Por seu turno, o vice-governador de Nuremberga para os assuntos económicos, Michael Fraas, destacou no momento o empenho do seu governo no tocante às temáticas de inovação e desenvolvimento, tendo em conta que foi nesta cidade onde surgiu a primeira linha férrea operada por companhias Alemães.


Trata-se da linha “Ludwig Railway”, inaugurada em 7 de Dezembro de 1835, para o serviço de transporte público de Nuremberg e Furth.


Para esta edição da feira das ideias, Angola que foi um dos destaques na cerimónia de abertura por não falhar nenhuma edição desde 2009.


Na exposição Angola está presente com as universidades Agostinho Neto e Metodista.

A Faculdade de Ciências da Universidade Agostinho Neto, com onze projectos (i-Dislexia, Mama Mandou, Mosquito War, Nsalici (que em Mbinda significa juntos para encontrarmos solução dos problemas), SICOA, SPA-PRO v2, Arquivos angolanos informatizados, V Morgue, Sistema de gestão de terras para administração local, Sistema de gestão do museu de geologia e por último o projecto sobre Gestão da plataforma de investigação Científica SASSCAL; Centro de Pesquisa em Políticas Públicas e Governação Local (CPPPGL) da Universidade Agostinho Neto, com um projecto denominado “Apoio a mulher rural“.

Os projectos expostos pela UAN enquadram-se nas áreas temática de computação e direito e foram desenhados para soluções integradas nos sectores da Educação, Saúde e Gestão do Território.

A Universidade Metodista de Angola (UMA), com três projectos, nas áreas de computação e desenhado para os sectores da educação, saúde e segurança pessoal. Os referidos projectos tem as seguintes denominações: Bantu SLN, SYS Segurança, Estudo de efeito trófico de laser infravermelhos sobre os músculos  desnervativos de ratos.

Foram também apresentados projectos conjuntos nas áreas de Educação e Saúde  da SEAKA – Casa de Caminho Andre Luiz e Escola João Henriques Pestalozzi e Universidade Metodista de Angola, com seis projectos (Programa de educação para cidadania, Programa de educação para cidadania/ Projecto de computação para educação comunitária, projecto de desenvolvimento fisioterapêutico para o Parkinson, proposta para o desenvolvimento fisioterapêutico do Alzheimer e proposta de  desenvolvimento fitoterapêutico e para prevenção da malária e por último o projecto turbina hidrocinética.

A cerimónia de abertura contou igualmente com a presença de representantes do Governo local, Presidente da Federal Internacional da Associação dos Inventores, Vice – presidente da Agência Alemã de Patentes e Marcas Comerciais e o presidente da Câmara de Comércio e Indústria de Nuremberg.


 

Assuntos Feira  

Leia também