Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Ciência e Tecnologia

31 Outubro de 2020 | 21h20 - Actualizado em 31 Outubro de 2020 | 21h19

Huawei projecta energia "verde" nas operadoras móveis

Luanda - A Huawei, multinacional de equipamentos para redes e telecomunicações, prevê, em 2025, injectar energia verde nas operadoras e ajudá-las a expandir os negócios de forma sustentável.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Com sede na cidade de Shenzhen, província de Guangdong, China, e representações em vários países, incluindo Angola, a multinacional garante continuar a cooperar com operadoras globais para enfrentar os desafios e aproveitar as oportunidades trazidas pelo mundo digital.

 A Huawei, que realizou nessa sexta-feira, a Conferência Better World da Huawei 2020, sob lema "Digitalização de energia 2025", em que foram convidados jornalistas de órgãos públicos e privados do país, defende que as operadoras globais devem responder às oportunidades e desafios trazidos pelas mudanças no mundo digital, sob o rápido desenvolvimento da tecnologia digital e da economia digital.

No evento, que albergou especialistas de vários países via online, ficou patente que a construção rápida e em grande escala de 5G e data centers trouxe enormes desafios para a infra-estrutura de energia, como o aumento do consumo de energia, longos períodos de construção e altos custos de operação e manutenção.

 Zhou Taoyuan, presidente da Digital Power Product Line, Huawei, referiu que toda a indústria precisa dar maior importância à energia.

Referiu que a energia como alicerce do mundo digital tornou-se uma peça fundamental e um importante ponto de competitividade na economia digital e com o rápido desenvolvimento das tecnologias emergentes, como 5G, nuvem, IA, big data e IoT (Internet das Coisas).

Por sua vez, Liu Baochang, vice-director do Departamento de Energia da Informação, China Mobile Group Design Institute Co. Ltd, que também interveio neste evento, explicou que a instalação de energia existente no local não pode atender às demandas de energia dos locais 5G.

Para si, há uma necessidade premente de reforma e inovação nesta área e a digitalização, sistema de energia 5G inteligente e integrado, permite implantação de rede 5G mais rápida, mais acessível e mais simples.

Com mais de 20 anos de presença oficial no país e 1300 postos de trabalho directos, a Huawei Angola tem estado a apoiar a formação de dezenas de angolanos além do apoio na melhoria dos serviços das TICs.

Assuntos Economia  

Leia também
  • 07/10/2020 20:44:42

    Angola acolhe primeira edição do Innovation Summit

    Luanda - A primeira edição Angola Innovation Summit, o maior evento de inovação a nível do país e nos PALOPs, num formato 100 por cento digital, vai acontecer de 16 e 17 de Outubro do corrente ano.

  • 09/09/2020 16:41:09

    Ensino Superior assina acordo com Huawei

    Luanda- O Ministério do Ensino Superior Ciência Tecnologia e Inovação assinou hoje um memorando com a multinacional chinesa Huawei.

  • 28/11/2019 13:10:37

    Cisco vai doar laboratórios a academias dos Palop

    Luanda - A companhia transnacional Cisco vai doar laboratórios a academias angolanas com certificação Cisco e também dos Palop, anunciou hoje o director-geral do Instituto de Telecomunicações (ITEL), André Pedro.