Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

08 Novembro de 2018 | 07h40 - Actualizado em 08 Novembro de 2018 | 07h40

Liga dos campeões: Benfica complica apuramento enquanto City e Real goleiam

Lisboa - A equipa do Sport Lisboa e Benfica empatou em casa com o Ajax da Holanda e ficou com o apuramento para os “oitavos” da Liga dos Campeões de futebol mais longe, numa ronda em que Manchester City e Real Madrid se destacaram pelas goleadas impostas.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Para o Benfica, que vinha de uma série de três derrotas - juntando campeonato e Liga dos Campeões, o jogo era especialmente importante, já que só a vitória relançava os 'encarnados'. Com o 1-1 final, ainda 'estão vivos', mas com quatro pontos contra oito do Ajax e 10 do Bayern, ficam a saber que a passagem está praticamente arredada das contas.

O Benfica, que nunca ganhou na Luz ao gigante holandês, parecia que podia chegar finalmente a um resultado positivo, quando se adiantou aos 29 minutos, por Jonas.

Num jogo vivo e dividido, o Ajax empatou aos 61, golo de Tadic, e ficou com 'um pé' nos 'oitavos'. Poderá assegurar a passagem já no dia 27, em Atenas, contra o AEK, ganhando ou vendo o Benfica perder na Alemanha.

Ao contrário da véspera, em que o FC Barcelona garantiu a qualificação (na Terça-feira), hoje ninguém passou, se bem que Manchester City e Juventus tenham 'estado lá', a meio dos seus jogos, mas no final as contas ditaram que terão de esperar.

Em Turim, Cristiano Ronaldo marcou mais um golo fabuloso, só que depois o Manchester United, de José Mourinho, deu a reviravolta e impediu que houvesse definições à quarta jornada.

Sem surpresa, o Bayern ganhou ao AEK, com André Simões. Os dois golos foram do polaco Lewandowski, aos 31 (grande penalidade) e 71.

O grupo H parecia com o vencedor assegurado quando Cristiano Ronaldo, sem deixar a bola chegar ao chão, fez um grande golo ao seu antigo clube em Inglaterra, o Manchester United.

Estavam decorridos 65 minutos, mas ainda houve tempo para a reviravolta, com os tentos de Mata (86) e Alex Sandro (89, na própria baliza).

A Juventus lidera com nove pontos e está a um empate do apuramento, o United chegou aos sete e precisa agora de manter o avanço sobre o Valência, que segue com cinco.

Os 'morcegos' venceram o Young Boys por 3-1: golos de Santi Mina (14 e 42) e Carlos Soler (56), para a equipa da casa, e de Assalé (37) para os visitantes.

Não foi só a Juventus que 'esteve apurada' ao longo do decorrer dos jogos - também o Manchester City, no grupo F.

Os 'citizens' golearam o Shakhtar Donetsk, por claríssimos 6-0. Golos de David Silva (13), Gabriel de Jesus (24, 72, de grande penalidade, e 90+3), Sterling (48) e Mahrez (84).

A vitória teria colocado o City nos 'oitavos', não fora o empate (2-2 imposto pelo Hoffenheim ao Lyon, Fekir (19) e Dembelê (28) marcaram para o clube gaulês, Kramaric (65) e Kaderabec (90+2) para o alemão.

Lidera o City, com nove pontos, o Lyon tem seis, o Hoffenheim três e o Shakhtar dois.

Goleada do Real Madrid no grupo G, a fazer esquecer o mau arranque de temporada, que levou ao despedimento de Julen Lopetegui.

Santiago Solari comandou a fácil vitória de 5-0 em Plzen, que teve golos de Benzema (20 e 37), Casemiro (23), Bale (40) e Kroos (67).

O Real lidera o grupo, com nove pontos, tantos quantos tem a Roma, que ganhou 2-1 em Moscovo ao CSKA. Com quatro pontos, os moscovitas ainda estão com hipóteses matemáticas.

Marcaram para a Roma Manolas (04) e Pellegrini (59) e para o CSKA Sigurdsson (51).

Assuntos Futebol  

Leia também