Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

13 Junho de 2018 | 14h17 - Actualizado em 13 Junho de 2018 | 15h56

Mundial2018: Espanha despede Lopetegui a dois dias da estreia

Madrid - A Federação Espanhola de Futebol anunciou hoje o despedimento do seleccionador Julen Lopetegui, a um dia de começar o Mundial e a dois de se estrear na competição, frente a Portugal.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

As dúvidas sobre a continuidade de Lopetegui surgiram depois do anúncio de que o espanhol será o treinador do Real Madrid na próxima época.

"Vimo-nos obrigados a prescindir do seleccionador", anunciou Luis Rubiales, agradecendo ao treinador tudo o que fez para levar a Espanha até ao Mundial.

O responsável da Federação explicou que o seleccionador, como trabalhador da Federação, "não pode fazer as coisas desta maneira", acrescentando que a estrutura foi informada de que Lopetegui seria treinador do Real apenas cinco minutos antes do anúncio oficial.

A saída terá sido muito complicada para os jogadores: "Foi um momento duro, despediu-se dos jogadores, com o qual tem muitos laços, mas tínhamos de tomar esta decisão", insistiu Rubiales. Apesar das dificuldades, o responsável garantiu que os jogadores compreenderam e lhe transmitiram o seu "máximo empenho".

Fernando Hierro, até então adjunto na selecção, vai assumir o comando técnico durante a prova.

Lopetegui chega ao Real Madrid para a sua quarta experiência como treinador de clube, depois de ter passado pelo Rayo Vallecano (2003/04), Real Madrid B (2008/09) e FC Porto na época 2014/15 e 2015/16, sendo que nesta última temporada foi despedido após 25 jogos.

O percurso do técnico de 51 anos conta ainda com passagens nos escalões jovens da selecção espanhola, onde se sagrou campeão da Europa de sub-19 e sub-20.

Em 2016, depois de ser despedido no Porto, assumiu o comando da selecção A espanhola.

Assuntos Futebol  

Leia também