Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

26 Maio de 2019 | 18h00 - Actualizado em 26 Maio de 2019 | 18h59

Polidesporto: Angolano entre os três melhores da Região - 5

Luanda - O futebolista adaptado angolano Celestino Elias José qualificou-se entre os três melhores atletas do ano de 2019 da zona -5, ao nível do desporto adaptado, numa eleição realizada na noite de sábado, em Windhoek (Namíbia).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Celestino Elias José, futebolista adaptado angolano

Foto: Cortesia de Marcelino Camões

Atleta angolano, Celestino Elias José, (ao centro)

Foto: Cortesia de Marcelino Camões

Momentos da Gala de Premiação dos melhores do desporto adaptado da SADC

Foto: Cortesia de Marcelino Camões

O melhor jogador do mundo “México2018”, onde a selecção nacional sagrou-se campeã, foi superado pelo sul-africano Ndodanzi Ntutu, atleta do atletismo (classe T12).

O namibiano Ananias Shijongo (atletismo - classe T11), também esteve entre os três finalistas, numa  categoria que contou com oito concorrentes.

O melhor da categoria competiu em quatro edições dos Jogos Paralímpicos, tendo conquistado a medalha de bronze em Londres2012 e prata no Rio2016, além de uma medalha de ouro nos Jogos  da Commonwealth, em 2018, na Autrália.

 Realizada sob o lema “Celebrando a Excelência com Espírito Inovador” a gala contou com 34 nomeações no total, destacando-se os melhores ao nível da classe júnior, desporto adaptado, treinadores e jornalistas desportivos.

Neste evento, em que Angola participou pela primeira vez, foi igualmente inscrito a selecção nacional para amputados, campeã do mundo no ano passado, mas foi eliminada pelo juri na primeira fase de votação.

O defesa central Elias José esteve acompanhado pelo secretário-geral do Comité Paralímpico, António da Luz, pelo director nacional para os Desportos, Nicolau Daniel e por António Gomes, representante nacional na Região 5.

As três primeiras galas do gérnero, que visa enaltecer anualmenmte os melhores profissionais do desporto, decorreram na África do Sul.

A próxima edição será na Swazilândia, em 2020.

Assuntos Polidesporto  

Leia também