Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

12 Outubro de 2017 | 18h35 - Actualizado em 13 Outubro de 2017 | 08h14

Malanje: BFA abre terceira agência na província

Malanje - Uma nova agência do Banco de Fomento Angola (BFA) foi inaugurada hoje (quinta-feira), no bairro da Cangambo, arredores da cidade de Malanje, no quadro da política da instituição de expandir e aproximar os seus serviços aos clientes.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Malanje: Governador provincial, Norberto dos Santos, no acto de inauguração do novo balcão do BFA da Cangambo

Foto: Aurélio Cua

Malanje: Novo Balcão do Banco de Fomento Angola (BFA), localizado no bairro da Cangambo

Foto: Aurélio Cua

O edifício de um piso, por sinal a terceira agência do banco na província, foi inaugurado pelo governador provincial, Norberto Fernandes dos Santos e garantiu o emprego directo a nove jovens da província.

Com este balcão, os cidadãos poderão abrir conta, fazer depósito, levantamento, consulta, transferência, tratamento de cartões multicaixa e outros, para além do BFA Net, que permite aos clientes ter acesso a todos os serviços, através da internet.

Na ocasião, o governador de Malanje, Norberto dos Santos, disse que este empreendimento representa uma mais-valia para a população e não só, na medida em que vai descongestionar as outras duas dependências até então existentes, assim como estimula o desenvolvimento da província, através da criação de novos projectos em diferentes domínios.

Acrescentou que os empresários terão maior abertura para recorrer à banca para solicitar financiamento dos seus projectos, com particular realce para os voltados a agricultura, enquanto base para diversificação económica do país.

Por sua vez, a administradora para área de negócio do BFA, Manuela Moreira, garantiu a disponibilidade da instituição bancária em continuar a apoiar projectos viáveis que visam contribuir no processo de diversificação da economia nacional, através do ramo agrícola.

Para a gestora, o desenvolvimento do país passará, necessariamente, por uma aposta na agricultura e na indústria transformadora, sectores que BFA vai continuar a prestar particular atenção, mediante apresentação de projectos viáveis por parte de empresários e empreendedores.

Sem avançar valores, a administradora sublinhou que apenas projectos exequíveis serão financiados, para que o investimento aplicado tenha o retorno desejado dentro dos prazos acordados, evitando deste modo o crédito mal-parado.

Com a inauguração desta agência, a instituição pretende continuar a dar resposta eficaz às necessidades dos clientes e contribuir para bancarização da população, sobretudo a activa.

O BFA está instalado nos municípios de Malanje e Cacuso, tendo por isso anunciado a intenção de criar, nos próximos tempos, abertura de bancas electrónicas nos demais municípios, com vista a facilitar os funcionários públicos nas operações bancárias.

A província de Malanje conta actualmente com três agências do BFA e um universo de 26 mil clientes.

A nível do país a instituição dispõe de 162 balcões, 12 centros de empresas, 9 centros de investimentos e 6 postos de atendimento.

Leia também
  • 12/10/2017 19:13:15

    Angola vai contar com navio de pesquisa marinha

    Luanda - Angola vai contar, a partir do próximo ano, com um navio de pesquisa marinha denominado "Navio Oceanográfico de Investigação Científica Baia Farta", com vista a aprofundar a descoberta e identificação de novos recursos marinhos na costa angolana e regional.

  • 12/10/2017 18:46:20

    Malanje: Direcção da Juventude e Desportos promove feira de negócios

    Malanje - Uma feira de oportunidades de negócios será promovida nos dias 20 a 29 deste mês, na cidade de Malanje, pela Direcção Provincial da Juventude e desportos, visando fomentar a criação e ampliação de novos projectos voltados ao auto-negócio.

  • 12/10/2017 15:18:32

    Moxico: Cameia deixará de produzir arroz

    Luena - Camponeses do município da Cameia, província do Moxico, vão deixar de produzir arroz na presente campanha agrícola, por falta de máquinas de descasques do cereal.