Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

09 Janeiro de 2018 | 20h19 - Actualizado em 09 Janeiro de 2018 | 20h19

Cabinda: Polícia vai penalizar pescadores ilegais

Cabinda - Os pescadores que exercerem a actividade de forma ilegal na costa marítima da província de Cabinda serão penalizados, advertiu hoje o comandante provincial da Policia Nacional, comissário Eusébio de Almeida e Costa.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Comissário, Eusébio Domingos e Costa- Delegado do Minint e Comandante da Policia em Cabinda

Foto: Angop

Eusébio Domingos e Costa  fez essa advertência num encontro com os pescadores locais devido às violações sistemáticas às normas de segurança e à proibição da pesca junto das plataformas petrolíferas.

Disse que os pescadores correm muitos sobretudo os que colocam suas âncoras junto das plataformas e amarram as cordas das embarcações nos pilares da sonda em actividade petrolífera.

O comandante da polícia em Cabinda indicou ainda que para além dessas graves irregularidades, existem pescadores que roubam placas solares, baterias e outros meios nas plataformas prejudicando a actividade petrolífera.

Constituem também violações dos pescadores, segundo o oficial, o tráfico de combustível para as Republicas do Congo e Democrática do Congo, auxílio à imigração ilegal, incumprimento das regras e normas de navegação e falta de documentação e autorização para actividade comercial.

O responsável disse ainda que dispõem de meios de navegação suficientes e de radares para fazer um trabalho mais contundente e permanente contra os que exercem a actividade ilegalmente.

Exortou os armadores a colaborarem e a participarem de modo activo na implementação das medidas de colocação, nas embarcações, de placas metálicas de sinalização, chapas de matrícula bem como outros meios de navegação e de sinalização sob pena de perderem as embarcações.

Existem em Cabinda, 232 embarcações, duas mil e 225 filiados à associação provincial dos pescadores e mil e 471 não associados , 474 peixeiras e oito cooperativas.

Participaram do encontro membros do conselho consultivo da delegação do Ministério do Interior e do comando provincial da polícia nacional bem como representantes das direcções provinciais das pescas, da Capitania do Porto de Cabinda, do departamento de Securança da Chevron e a Associação de Pesca de Cabinda.

Assuntos Província » Cabinda  

Leia também
  • 31/10/2018 13:27:03

    Conferência sobre investimento marca dia Mundial da Poupança

    Cabinda - Uma conferência sobre Poupança e Investimento, numa promoção da direcção Regional do Banco Nacional de Angola (BNA) em Cabinda, no âmbito da Educação Financeira, marcou hoje, nesta cidade, as actividades em alusão ao dia Mundial da Poupança.

  • 29/10/2018 18:43:22

    AGT apreende mais de 900 bidons com petróleo iluminante

    Cabinda - Novecentos e cinquenta bidons, com capacidade para 25 litros cada, com petróleo iluminante foram apreendidos nos últimos dias pelo piquete do Posto Aduaneiro do Piquete de Massabi, município de Cacongo, por contrabando para República do Congo Brazaville.

  • 29/10/2018 18:28:53

    Jornalistas em seminário sobre economia e finanças

    Cabinda - Jornalistas de órgãos públicos e privados da Comunicação Social na província de Cabinda participam a partir de hoje (segunda-feira), nesta cidade, num seminário de capacitação sobre economia e finanças, promovido pelo Ministério das Finanças.

  • 26/10/2018 13:18:12

    Cabinda prevê produz 500 mil toneladas de produtos diversos

    Cabinda - A província de Cabinda prevê produzir 500 mil toneladas de produtos diversos durante a campanha agrícola 2018/2019, aberta quinta-feira, em acto decorrido na localidade de Mandarim, município de Cacongo, orientado pelo vice-governador para área económica, Romão Macário Lembe.