Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

10 Fevereiro de 2018 | 04h30 - Actualizado em 10 Fevereiro de 2018 | 01h32

Benguela: Retidos sete camiões com madeira em toro

Ganda - Sete camiões carregados de madeira em toro, provenientes do Cuando Cubango, foram retidos pelas autoridades policiais desde o início deste mês (Fevereiro), no município da Ganda, a 201 quilómetros a Este da cidade de Benguela, por exploração e transportação ilegal.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Benguela: Autoridades apreendem camiões com madeira (arquivo)

Foto: Estevão Manuel

Segundo as autoridades administrativas na Ganda, a apreensão dos camiões com cargas de madeira ilegal visa cumprir o Decreto Presidencial nº 274/17, que suspende a partir de 1 de Fevereiro toda a actividade de exploração e transporte de madeira em toro, no quadro da campanha florestal 2017.

Ao falar na sexta-feira à Angop, o responsável do Instituto de Desenvolvimento Florestal (IDF) na Ganda, Henriques Bubas, referiu que os camiões foram apreendidos pelas autoridades enquanto transitavam no município.

Sem revelar a quantidade em metros cúbicos de madeira em toro retida, a fonte adiantou igualmente que a madeira em questão, explorada nas florestas da província do Cubango Cubango, dirigia-se para a cidade do Lobito para exportação, através do porto local.

Henrique Bubas tranquilizou, no entanto, os exploradores de madeira de eucalipto, pinheiro e cedro, visto que o actual decreto não abrange estas espécies florestais de plantações devendo, por isso, transitar com normalidade.

De acordo com o IDF, os madeireiros oriundos do Cuando Cubango alegaram terem sido comunicados tardiamente da vigência do Decreto Presidencial, porquanto já seguiam para o Lobito.

O Governo angolano proibiu, a partir de 1 de Fevereiro, em todo o território nacional, o corte, a circulação e a transportação de madeira em toro e serrada.

De igual forma, o Ministério da Agricultura e Florestas determinou a cessação da campanha de exploração florestal, iniciada em 2017.

O incumprimento da proibição por parte dos operadores do sector florestal leva à apreensão e confisco, a favor do Estado, do produto e dos meios e equipamentos utilizados na sua transportação, além do pagamento de multas e a não renovação da licença, segundo o Ministério da Agricultura e Florestas.

Leia também
  • 18/03/2018 16:24:05

    Benguela: AADNA estabelece parcerias em diversos projectos

    Lobito - O secretário-geral da Associação de Apoio ao Desenvolvimento dos Nacionalistas Angolanos (AADNA), Fernandes António Pascoal, anunciou na cidade do Lobito (Benguela), haver parceria da sua organização com o Reino Unido, Itália e Indonésia, em projectos sócio-economicos.

  • 09/03/2018 17:36:43

    Polícia apreende valores monetários por transgressão cambial

    Ondjiva - Dois milhões, 945 mil e 210 kwanzas, assim como 10 mil e 250 dólares norte-americanos foram apreendidos, nos últimos sete dias na localidade de Santa Clara, zona fronteiriça com a Namíbia, província do Cunene, por transgressão cambial.

  • 08/03/2018 12:41:06

    Benguela: Minério da RDC chega ao Porto do Lobito

    Lobito - O primeiro comboio carregado de mil toneladas de manganês da região de Kisenge, província de Katanga, República Democrática do Congo, chegou nesta quarta-feira, ao terminal de contentor do Porto Comercial do Lobito, para depois seguir destino para os portos da China e Índia.

  • 07/03/2018 15:39:27

    Banca vai continuar apoiar empreendedores

    Benguela - A banca angolana vai continuar a conceder créditos de quatro a dez milhões de kwanzas, ao abrigo dos programas do Executivo direccionados ao jovem empreendedor, afirmou hoje o director do Instituto das Pequenas e Médias Empresas (INAPEM) em Benguela, Lino Kasevela Joaquim.