Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

10 Fevereiro de 2018 | 04h30 - Actualizado em 10 Fevereiro de 2018 | 01h32

Benguela: Retidos sete camiões com madeira em toro

Ganda - Sete camiões carregados de madeira em toro, provenientes do Cuando Cubango, foram retidos pelas autoridades policiais desde o início deste mês (Fevereiro), no município da Ganda, a 201 quilómetros a Este da cidade de Benguela, por exploração e transportação ilegal.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Benguela: Autoridades apreendem camiões com madeira (arquivo)

Foto: Estevão Manuel

Segundo as autoridades administrativas na Ganda, a apreensão dos camiões com cargas de madeira ilegal visa cumprir o Decreto Presidencial nº 274/17, que suspende a partir de 1 de Fevereiro toda a actividade de exploração e transporte de madeira em toro, no quadro da campanha florestal 2017.

Ao falar na sexta-feira à Angop, o responsável do Instituto de Desenvolvimento Florestal (IDF) na Ganda, Henriques Bubas, referiu que os camiões foram apreendidos pelas autoridades enquanto transitavam no município.

Sem revelar a quantidade em metros cúbicos de madeira em toro retida, a fonte adiantou igualmente que a madeira em questão, explorada nas florestas da província do Cubango Cubango, dirigia-se para a cidade do Lobito para exportação, através do porto local.

Henrique Bubas tranquilizou, no entanto, os exploradores de madeira de eucalipto, pinheiro e cedro, visto que o actual decreto não abrange estas espécies florestais de plantações devendo, por isso, transitar com normalidade.

De acordo com o IDF, os madeireiros oriundos do Cuando Cubango alegaram terem sido comunicados tardiamente da vigência do Decreto Presidencial, porquanto já seguiam para o Lobito.

O Governo angolano proibiu, a partir de 1 de Fevereiro, em todo o território nacional, o corte, a circulação e a transportação de madeira em toro e serrada.

De igual forma, o Ministério da Agricultura e Florestas determinou a cessação da campanha de exploração florestal, iniciada em 2017.

O incumprimento da proibição por parte dos operadores do sector florestal leva à apreensão e confisco, a favor do Estado, do produto e dos meios e equipamentos utilizados na sua transportação, além do pagamento de multas e a não renovação da licença, segundo o Ministério da Agricultura e Florestas.

Leia também
  • 08/02/2018 12:22:46

    Camponeses apostam no cultivo de mandioca

    Benguela - Pelo menos sete toneladas de estacas de mandioca estão a ser distribuídas às famílias camponesas no município de Caimbambo, 116 quilómetros a Sul da cidade de Benguela, para combater a fome causada pela estiagem que assola a região.

  • 31/01/2018 16:49:54

    Licenciados mais de mil estabelecimentos comerciais em 2017

    Benguela - Mil e 308 estabelecimentos comerciais foram licenciados, na província de Benguela, em 2017, contra três mil e 143 em 2016, o que possibilitou arrecadar cerca 24 milhões, 400 mil e 847 kwanzas, menos 14 milhões, 853 mil e 895 kwanzas em relação ao período homólogo.

  • 29/01/2018 17:52:21

    Exportação nas pescas passa pela melhoria do sistema de processamento

    Benguela - As empresas de pesca devem apostar na melhoria do sistema de processamento dos produtos da pesca, neste período em que o país tem como foco as exportações, de modo a cumprir as exigências de determinados mercados como Europa e América do Norte.