Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

13 Março de 2018 | 19h29 - Actualizado em 13 Março de 2018 | 19h29

Mais de AKZ 656 biliões para regularização de atrasados

Luanda - O Presidente da República, João Lourenço, autorizou a emissão de Obrigações de Tesouro no valor 656 biliões e 100 milhões de kwanzas, para regularização de atrasados decorrentes de OGE (Orçamento Geral do Estado) de exercícios findos.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

De acordo com um Decreto Presidencial, publicado no Diário da República, de 07 de Março, a  que a Angop teve  acesso, a regularização será feita  por  conversão, após  validação  de atrasados  da execução  orçamental  dos exercícios  de 2011, 2012, 2013, 2014, 2015, 2016  e 2017.

Para o efeito, ministro das Finanças é autorizado a  estabelecer, por Decreto Executivo, a taxa de  cupão  e os prazos  de reembolso destas obrigações.

Ainda ao ministro das Finanças lhe foi dada  a incumbência de  estabelecer, nos limites  da legislação  em vigor,  incentivos  fiscais e  financeiros, em  beneficio  dos titulares  das  OT  referidas neste  diploma.

Em  outro  Decreto Presidencial, o Presidente da República  autoriza   o ministro das Finanças para  recorrer à  emissão de  Bilhetes de Tesouro (BT),  até aos limites  estabelecidos  no OGE.

Os recursos  captados  por meio desta emissão  de BT  destina-se  ai financiamento  do OGE 2018.

No mesmo decreto Diário consta, de igual modo, autorização da emissão  especial de Obrigação  de Tesouro em Moeda  Nacional (OT-MN), até ao  valor de 50 biliões de kwanzas,  para  apoiar  a regeneração  da banca  nacional, especialmente  da banca pública.

O  diploma, assinado pelo Presidente da República, João Lourenço, refere  que a emissão será a  favor  da sociedade  comercial RECREDIT, Gestão de Activos S.A sociedade  detida  pelo Estado.

Assuntos Finanças  

Leia também
  • 06/03/2018 13:25:44

    Acção interventiva da AGT permite alargar base tributária

    Luanda - A acção interventiva da Administração Geral Tributária (AGT) na economia nacional e junto dos contribuintes tem permitido alargar a base tributária e o consequente aumento das receitas fiscais não petrolíferas.

  • 22/02/2018 13:04:08

    Novo sistema de gestão tributária chega ao Porto Amboim

    Sumbe- O novo Sistema Integrado de Gestão Tributária (SIGT) foi instalado hoje, quinta-feira, na Repartição Fiscal do município do Porto-Amboim, província do Cuanza Sul, para permitir aos contribuintes efectuarem os pagamentos de impostos e taxas via on line, utilizando telemóveis ou terminais multicaixas.

  • 15/02/2018 17:51:49

    Receitas fiscais com aumento de mais de AKZ 201 milhões

    Porto Amboim - Dois biliões, 704 milhões, 356 mil e 505 kwanzas é o valor de receitas fiscais arrecadadas, em 2017, pela repartição fiscal do Porto-Amboim, província do Cuanza Sul, de acordo com o responsável da instituição Carlos Maurício Calei.