Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

15 Maio de 2018 | 18h22 - Actualizado em 15 Maio de 2018 | 18h22

Estado deve prover investimentos em infra-estrutura

Luanda - O desenvolvimento económico de Angola, nos próximos anos, passará pela capacidade do Estado prover investimentos em infra-estruturas vitais à criação de uma economia sustentável, afirmou hoje, em Luanda, o técnico do Ministério da Economia e Planeamento Agostinho Ndembo.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Os investimentos, na óptica de Agostinho Ndembo que falava no seminário sobre parcerias público-privadas (PPP), devem incidir na saúde, transportes, energia, água, construção, agricultura e outros serviços.

Dada a impossibilidade do Estado arrecadar um maior número de recursos financeiros fiscais, salientou que a saída para implementação de projectos estruturantes passa pelas parcerias público-privadas.  

O seminário de capacitação das parcerias públicas e privadas foi promovido pelo Ministério da Economia e Planeamento em parceria com o Banco Mundial, com vista a capacitar os gestores com ferramentas essenciais para investir e alavancar a economia nacional.

As parcerias público-privadas envolvem um investimento ou valor contratual não inferior a 500 milhões de kwanzas (2,5 milhões de euros, câmbio actual).

Participaram do seminário de capacitação gestores públicos e privados, estudantes, entre outros convidados.

Durante o seminário, abordaram-se temas ligados a apresentação da PPP, os benefícios, os casos de estudo, bem como o processo de uma parceria pública e privada.

Assuntos Economia  

Leia também
  • 15/05/2018 16:03:27

    INE admite falha na divulgação do IDREA

    Luanda - O Instituto Nacional de Estatística (INE) admitiu hoje ter cometido algumas falhas no processo de divulgação e publicitação atempada do terceiro Inquérito sobre Despesas, Receitas e Emprego de Angola (IDREA), situação que está a criar constrangimentos para o ?bom andamento do processo?.

  • 15/05/2018 15:22:44

    Agricultura familiar deve ser especializada

    Luanda - O sector agrícola familiar necessita de apoio especializado que inclui o uso adequado dos solos e a prática de irrigação, para cumprir com êxito o Plano Nacional de Desenvolvimento (PND), que prevê um crescimento de 5.8 porcento até ano 2022.

  • 15/05/2018 13:20:36

    Colheita aponta para mais de 20 milhões de toneladas

    Malanje - Vinte milhões de toneladas de produtos agrícolas diversos poderão ser colhidas, em todo o país, durante a campanha agrícola 2018/2019, que se encontra em fase de preparação, anunciou hoje (terça-feira), nesta cidade, o ministro da Agricultura e Florestas, Marcos Nhunga.