Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

12 Junho de 2018 | 16h25 - Actualizado em 12 Junho de 2018 | 16h25

Comandante apela maior prontidão na fiscalização de mercadorias

Moçâmedes - O efectivo da Polícia Fiscal deve estar em maior prontidão na fiscalização de mercadorias exportadas, recomendou hoje o delegado e comandante provincial da Polícia Nacional no Namibe, comissário Alberto Sebastião Mendes.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ao falar na cerimónia que marcou os 22 anos da existência da Polícia Fiscal em Angola, assinalados nesta terça-feira, em todo país, Alberto Sebastião Mendes apelou ainda ao efectivo deste órgão a continuar a pautar pelo respeito, dedicação, senso de responsabilidade e profissionalismo, no desempenho das suas funções, dando assim cumprimento ao contrabando de mercadorias.

“ O êxito alcançado durante os 22 anos é fruto dos desafios do futuro, pois, o excelente trabalho levado acabo por este órgão deverá necessariamente tornar-se mais actuante, para permitir que os operadores económicos, cumpram com as suas obrigações, tendo em vista o engrandecimento das receitas tributárias”, disse o comissário.

Na ocasião, o comandante da Polícia Fiscal no Namibe, Superintendente, Cristóvão Manuel, disse que de Junho do ano passado até a presente data, este órgão fiscalizou a exportação de 235 mil e 435 toneladas de óleo de peixe e 87 mil e 392 toneladas de pescado congelado.

De acordo com o oficial superior, que não precisou a origem das mercadorias exportadas, o seu órgão na província do Namibe fiscalizou igualmente162 mil e 406 toneladas de farinha de peixe, bem como 204 mil quilogramas de mariscos, entre os quais choco e caranguejo.

No período em referência, segundo o superintendente foram fiscalizadas ao longo da exportação, sete mil e 524 blocos de granito negro, 14 blocos de mármore, mil e 956 volumes de madeiras, dois mil e 505 metros cúbicos de touros de madeiras, para além de dois contentores com bens de uso pessoal.

No domínio de importação, o órgão auxiliar à Administração Geral Tributária (AGT) fiscalizou 10 mil e 194 contentores com mercadorias diversas, 97 mil e 863 volumes de carga diversa como embalagem de pescado, cartões plásticos diversos e 46 toneladas de óleo diesel.

O director da Polícia Fiscal no Namibe referiu ainda que ao longo dos últimos 12 meses foram registados nove crimes de contrabando de mercadorias, nos domínios de importação e exportação, cujas sete empresas visadas penalizadas com multas avaliadas em mais de um milhão de kwanzas.

O vigésimo segundo aniversário da Polícia Fiscal foi assinalado este ano sob lema “ Com rigor, disciplina e controlo, reforcemos a fiscalização externa no quadro do alargamento de base tributária da AGT, contribuindo na arrecadação de receitas para o OGE”.

A Polícia Fiscal em Angola foi instituída à luz do Despacho 89/96, de 16 de Maio, cuja missão é garantir o serviço de fiscalização marítima, fluvial, portos, mercadorias, direitos e outras imposições aduaneiras.

Assuntos Província » Namibe  

Leia também
  • 31/05/2018 20:00:26

    MPLA aposta na agricultura e pescas

    Moçamedes - O MPLA, partido que sustenta o Governo, continua a apostar nos sectores da agricultura e pescas, com vista a acelerar o processo de diversificação da economia, afirmou hoje o coordenador do grupo de acompanhamento dos deputados MPLA, Higino Carneiro.

  • 31/05/2018 13:15:26

    Capitania arrecada mais de um milhão de kwanzas

    Moçâmedes - Um milhão e 451 mil kwanzas resultantes do pagamento de diversas multas aplicadas as embarcações de pesca, foram arrecadados para os cofres do Estado, no primeiro trimestre deste ano, pela Capitania do porto comercial do Namibe.

  • 23/05/2018 19:03:25

    Namibe - Um manto rochoso de consumo internacional

    Luanda - Cobre, lítio, nióbio, permatites, petróleo e metais básicos são os minerais em prospecção na província do Namibe, que já se assume como ?gigante ornamental? e maior manto rochoso de Angola, dada a abundância de mármore e granito na região.