Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

13 Junho de 2018 | 16h22 - Actualizado em 13 Junho de 2018 | 17h10

ENI presta assistência técnica e financeira à Sonangol

Luanda - A petrolífera Italiana ENI Angola vai prestar serviços de assistência técnica e financeira à Sociedade Nacional de Combustíveis de Angola - Sonangol, num período de 30 a 36 meses, anunciou hoje o presidente do Conselho de Administração, Carlos Saturnino.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Presidente do Conselho de Administração da Sonangol, Carlos Saturnino (à direita) e seu homólogo da ENI, António Vellas

Foto: Pedro Parente

Essa assistência técnica e financeira que a ENI Angola vai prestar à Sonangol resulta de um acordo assinado hoje, avaliado em cerca de 200 milhões de dólares norte-americanos, segundo o presidente da petrolífera angolana Carlos Saturnino.

O pacto, em que o signatário da ENI Angola foi o seu homólogo Antonio Vella, prevê duas partes, uma no valor de 60 milhões e outra de 120 milhões de dólares norte-americanos.

A primeira parte está relacionada com o planeamento, organização da paragem para manutenção geral da refinaria de Luanda, elaboração e desenvolvimento de um modelo económico e operacional para a mesma, de maneira a melhorar toda área operacional do trabalho e sua sustentabilidade.

Já segunda, tem a ver com a instalação de uma unidade nova que vai permitir o aumento substancial da produção de gasolina e poderão estar envolvidos montantes até USD 120 milhões.

 No total, como disse o gestor Carlos Saturnino, o acordo pode chegar até USD 200 milhões, que serão financiados pela ENI Angola, e a Sonangol a reembolsará em condições vantajosas, pois só fará depois de 12 meses da implementação do início da implementação da empreitada, conforme o acordo.

Com a implementação total dos acordos, a refinaria terá maior sustentabilidade, pois pretende-se aumentar a produção de gasolina e melhorar a sua lucratividade, ou seja, quando este trabalho acabar a refinaria deverá estar em melhores de condições operacional.

 “Deverá ter um visual diferente nas instalações do processamento e noutros edifícios. Estamos perante um acto de extrema importância”, sublinhou o presidente da Sonangol.

Carlos Saturnino avançou também que Angola poderá, no final dos trabalhos, diminuir a importação de alguns produtos, como gasolina, gastando menos dinheiro, e caso puder, exportar pequenas quantidades de gasolina para alguns países africanos”. 

O acordo assinado hoje pela Sonangol e ENI Angola enquadra-se num memorando de entendimento rubricado entre ambas empresas a 27 de Novembro de 2017.

Neste memorando estão previstos várias intenções a serem realizadas, quase todas ligadas ao sector energético, parte à exploração e produção de petróleo (up stream), referente à refinaria de Luanda, formação do pessoal da refinação e também um outro capítulo relacionado com as energias renováveis, com ênfase para a energia solar.

Assuntos Economia   Petróleos  

Leia também
  • 05/02/2019 19:14:15

    Angola quer ajuda francesa para edificar economia forte

    Luanda - O Executivo angolano está a contar com ajuda do Governo francês para a edificação no País de uma economia forte, menos dependente do petróleo, competitiva e capaz de gerar prosperidade.

  • 05/02/2019 12:34:15

    Novas leis e preço do petróleo levam companhias a apostar em Angola - Analista

    Luanda - O analista da consultora especializada em energia WoodMackenzie Adam Pollard disse segunda-feira que as companhias petrolíferas "estão novamente a olhar para Angola" devido aos preços do petróleo e às reformas lançadas pelo Governo.

  • 05/02/2019 12:27:48

    Brent abre em alta de 0,32% em Londres

    Londres - O barril de petróleo Brent para entrega em Abril começou a ser negociado nesta terça-feira em alta no mercado de futuros de Londres, cotado a USD 62,72, uma variação de 0,32% em relação ao fechamento da sessão anterior.

  • 04/02/2019 12:48:02

    Luanda acolhe Fórum Empresarial França-Angola

    Luanda - Um Fórum Empresarial França-Angola, que contará com a participação de uma comitiva de representantes de grandes empresas francesas do Movimento de Empresários Francês (MEDEF), será realizado na próxima terça-feira (5), em Luanda.