Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

14 Setembro de 2018 | 17h17 - Actualizado em 14 Setembro de 2018 | 17h17

BPC vai financiar pequenas e médias empresas

Luanda - Oitenta por cento do valor global dos investimentos das pequenas e médias empresas (PME's) que actuam nos sectores da indústria, agro-pecuária, energia e águas e pescas serão financiados pelo Banco de Poupança e Crédito.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Para o sector da Agricultura estão destinados o equivalente em Kwanza a três milhões e 300 mil dólares, a indústria vai beneficiar de USD 4 milhões e 400 mil, energia e águas USD 3 milhões e 750 mil e pescas dois milhões e 750.

Esta informação foi avançada nesta sexta-feira pelo analista de crédito da direcção das pequenas e médias empresas do BPC, José Muacaxabala, durante o lançamento do Projecto denominado “Produto BPC-BAD”, financiado pelo Banco Africano de Desenvolvimento.

A iniciativa, que não determina o número de empresas a serem apoiadas, também será destinada a mulheres empreendedoras ligadas às PME'S, com investimentos a médio e longo prazo, para apoiar no processo de diversificação da economia nacional e reforçar a rentabilidade do negócio.

Para adesão deste financiamento, as empresas solicitantes devem exercer uma das actividades elegíveis e devidamente legalizada, estudo de viabilidade económica do projecto, carta de solicitação do crédito, seguro regularizado, entre outros requisitos.

Para a adesão ao financiamento, a taxa de juro indexada varia de 8,5 a 10,5 por cento a não indexada está avaliada de 19 a 23 por cento.

Por sua vez, o presidente da Câmara de Comércio Angola/África do Sul, Victoriano Nicolau, disse ser uma boa iniciativa no apoio à classe empresarial, mas deve ser feito com transparência, sem burocracia excessiva e tendo como principal destinatário o empresariado com contabilidade organizada e outros requisitos que permitam a continuidade da sua actividade.

Referiu que o apoio a 100 por cento permitiu que muitos empresários relaxassem, tendo justificado que um financiamento com capital próprio e alheio vai mitigar os riscos dos investimentos e permitir maior responsabilidade da parte dos investidores.

Assuntos Banca  

Leia também
  • 07/09/2018 19:42:59

    Banco Mais deixa de ser regional e passa a nacional

    Luanda - O Banco Mais, em actividade há dois anos na província de Malanje, com o nome de "Banco Pungo-Andongo", deixou de ter uma matriz regional para um banco comercial nacional, com a abertura oficial e simultânea de três agências bancárias em Luanda.

  • 13/08/2018 11:02:06

    BPC conquista distinção de melhor stand da Expo-Huíla 2018

    Lubango - O Banco de Poupança e Crédito (BPC) conquistou uma chita de ouro neste domingo, ao ser distinguido na categoria de melhor stand durante uma gala de premiação realizada pela Associação Agro-Pecuária Comercial e Industrial da Huíla (AAPCIL), pela sua participação, na maior bolsa de negócios do sul de Angola, Expo-Huíla 2018.

  • 09/08/2018 12:29:56

    BPC encerra 14 agências em várias províncias

    Lubango - Catorze agências do Banco de Poupança e Créditos (BPC) foram encerradas em algumas províncias do país, no quadro do processo de reestruturação que decorre na instituição, afirmou hoje, no Lubango, o presidente do conselho de administração do Banco, Alcides Safeca.