Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

11 Janeiro de 2019 | 12h33 - Actualizado em 11 Janeiro de 2019 | 12h37

Receitas de comércio ambulante aumentam AKz 22 milhões

Lubango - As receitas resultantes da cobrança de taxas aos vendedores ambulantes e dos mercados informais, do município do Lubango, atingiram AKz 112 milhões e 620, em 2018, um aumento de 22 milhões e 701 mil kwanzas em relação a 2017.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Trata-se de valores cobrados nos mercados Municipal nº1,  Mutundo, Rio Nangombe, do Peixe, Km 40, Laje, Comandante Cowboy e da Comuna da Huíla, cuja taxa diária é de 100 kwanzas para o vendedor ambulante, enquanto para o fixo varia entre 500 a 50 mil kwanzas mensal.

Em declarações à Angop, o director dos serviços Económicos da administração do Lubango, Fernando Oliveira, afirmou que as receitas aumentaram fruto do reforço das ações fiscalização e retirada de muitos vendedores da rua para os mercados.

A administração municipal pretende igualmente requalificar os mercados já existentes, dando-lhes melhores condições de venda, melhorar as vias de acesso.

Actualmente, a administração controla oito mercados, uma média de 30 mil vendedores ambulantes, cuja fiscalização é feita por 44 funcionários.

O mercado do Mutundo é o maior da cidade do Lubango, com uma capacidade para seis mil e 781 vendedores fixos controlados, seguido pelo do Rio Nangombe com quatro mil e 820 lugares, dos quais apenas cerca de 100 estão ocupados.

Leia também
  • 10/01/2019 18:18:25

    Aumenta atribuição de licenças para serviço de táxi na Huíla

    Lubango - Setecentas e 16 viaturas ligeiras que prestam serviço de táxi na província da Huíla foram licenciadas em 2018, observando um aumento de 222 em relação as autorizadas em 2017, pelo gabinete provincial dos Transporte e Mobilidade Urbana, quando há uma estimativa que existem mais de duas mil a desempenhar a actividade.

  • 09/01/2019 19:16:39

    Chineses querem investir USD 10 mil milhões em Angola

    Lubango - Investidores chineses têm disponíveis dez mil milhões de dólares norte-americanos, para investir nas áreas de indústria, agricultura e investigação científica nos vários ramos do saber, anunciou hoje, no Lubango, província da Huíla, o ministro conselheiro da embaixada chinesa, Li Bin.

  • 09/01/2019 16:56:00

    UE disponibiliza 65 milhões de euros para agricultura familiar

    Lubango - Pelo menos 65 milhões de euros foram disponibilizados este ano pela União Europeia para executar o programa de Fortalecimento da Resiliência e da Segurança Alimentar e Nutricional (FRESAN) no sul de Angola.