Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

05 Fevereiro de 2019 | 12h26 - Actualizado em 05 Fevereiro de 2019 | 12h26

Troços Lucala/Cacuso e Malanje reabertos

Malanje - Os troços rodoviários que ligam os municípios de Lucala/Cacuso e Cacuso/Malanje, numa extensão de 68 quilómetros cada, ao longo da estrada nacional 230, foram reabertos nesta segunda-feira.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A cerimónia de reabertura dos referidos troços foi presidida pelo ministro da Construção e Obras Públicas, Manuel Tavares, e pelo governador de Malanje, Norberto dos Santos.

Os responsáveis inauguraram também os troços Mucari/Talamungongo e Mussolo/Dumba Cabango, com 43 quilómetros cada, que dão acesso à região Songo (municípios de Mucari, Cambundi-catembo e Luquembo), na estrada nacional 160, província de Malanje.

Os quatro troços foram recuperados de 2016 a Janeiro de 2018, no âmbito do programa de reabilitação de infra-estruturas rodoviária do Executivo que visa intervencionar as estradas do país e consequentemente a melhoria da circulação de pessoas e bens.

As inaugurações aconteceram no âmbito das comemorações do dia do início da Luta Armada de Libertação Nacional, assinalado segunda-feira.

Na ocasião, o ministro da Construção e Obras Públicas, referiu que a abertura das referidas estradas constitui um compromisso do Executivo em interligar as regiões do país, pelo que a construção e reabilitação de vias de acesso será contínua em Malanje e noutros pontos do país.

“Está nas prioridades a ligação de Malanje com o Saurimo (Lunda Sul), por ser um importante eixo de desenvolvimento económico e social”, frisou, acrescentando ser necessário efectuar um trânsito prudente nas estradas reabilitadas para se evitar os acidentes.

Na ocasião, o governador de Malanje, Norberto dos Santos, considerou uma mais-valia a reabertura da estrada que liga à região do Songo, pois vai permitir o relançamento da produção de arroz e o escoamento de várias culturas do campo.

Leia também