Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

11 Junho de 2019 | 19h32 - Actualizado em 11 Junho de 2019 | 19h32

Empresa de águas vai aumentar 50 por cento de ligações domiciliárias

Luanda - A cidade do Uíge vai aumentar o número de ligações domiciliárias de água potável até 2023, passando de 20 mil ligações para 30 mil, no âmbito do projecto de reforço da capacidade do sistema local de captação, tratamento e distribuição deste precioso líquido.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Pormenor da Cidade do Uíge

Foto: Pedro Parente

A informação foi avançada nesta terça-feira, em Luanda, pela presidente do Conselho de Administração da Empresa de Águas e Saneamento básico da província do Uíge, Emília Fernandes, referindo que o aumento vai ser efectivado com a instalação de uma nova rede de abastecimento de água, com a capacidade de 10 mil ligações domiciliárias.

O projecto, já em fase de elaboração, vai contemplar os serviços de captação, tratamento e distribuição de água à cidade do Bago Vermelho, explicou a responsável, que falava hoje em entrevista à Angop a propósito do sector hídrico na circunscrição.

O responsável explicou que, até a presente data, a cidade do Uíge conta com uma Estação de Tratamento de Água (ETA) instalada em 2017, estando, neste momento, em fase de montagem a segunda.

Em relação à reserva de água, explicou que a cidade tem um reservatório com uma capacidade de dois mil e 900 metros cúbicos, e neste sentido, também poderá observar um aumento.

Assuntos Água  

Leia também
  • 31/05/2019 11:05:08

    Trabalhadores da EPAL retomam actividades

    Luanda - Os trabalhadores da Empresa Provincial de Água de Luanda (EPAL) retomaram nesta sexta-feira as suas actividades, depois do entendimento alcançado entre a comissão sindical e o novo conselho de administração, que estabeleceu um período de graça de dois meses, para voltarem à mesa de negociações.

  • 29/05/2019 16:55:11

    EPAL necessita de mais de um milhão de contadores

    Luanda - A Empresa Pública de Águas de Luanda (EPAL) necessita, no mínimo, de um milhão e 200 mil contadores pré-pagos para a facturação do consumo de água domiciliar na cidade capital, anunciou hoje, o secretário de Estado das Águas, Lucrécio Costa.

  • 27/05/2019 09:56:46

    Empresa pública assume venda de água nas girafas

    Luanda - A Empresa Pública de Água de Luanda (EPAL) deverá assumir totalmente o controlo da gestão dos pontos de venda de água (girafas) na capital angolana, a partir do início de 2020, anunciou uma fonte próxima ao processo.