Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

09 Outubro de 2019 | 17h28 - Actualizado em 09 Outubro de 2019 | 18h34

Ghion Alimentos duplica capacidade de produção de refrigerantes

Luanda - A empresa Ghion Alimentos vai, a partir de 2020, duplicar a sua actual capacidade instalada de produção, ao passar das actuais 250 mil unidades de refrigerantes/mês para 500 mil, segundo o seu gerente de vendas, Mounir Saab.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Para aumentar a produção, a empresa, que começou a laborar há duas semanas, está a trabalhar na ampliação das linhas de produção de refrigerante e sumos de marca “Lulu”.

Ao falar hoje (quinta-feira) à Angop, no primeiro dia da 4ª edição da Expoindústria, aberta pelo Presidente da República, João Lourenço, o responsável afirmou ser pretensão da Ghion Alimentos aumentar igualmente, em 2020, a produção de sumos, em 50%.

Actualmente a empresa conta com uma produção mensal de 10 milhões e 800 mil pacotes de sumo de marca Lulu, pretende aumentar, até final de 2020, a sua capacidade de produção para 15 milhões e 300 mil.

A entrada em funcionamento desta unidade fabril permitiu criar dois mil postos de trabalho, maioritariamente nacionais.

Instalada na Zona Económica Especial (ZEE) e no quilómetro 30, a empresa possui também cinco fábricas e dedica-se igualmente à produção de batatas fritas.

A Expoindústria, com mais de 300 expositores, é uma parceria entre o Ministério da Indústria e a Eventos Arena, e conta com empresas nacionais dos sectores de produção de cereais, carnes, algodão, tabaco, açúcar, cerveja, cimento, madeira e mobiliário.

Acolhe também empresas dos sectores de refinação de petróleo, pneus, fertilizantes, celulose, vidro, aço, sabão, sal, enchidos, lacticínios, sumos, refrigerantes, água mineral, tintas e vernizes, papel, cartão plásticos, varões de aço e material de construção civil.

Participam no evento empresas das províncias do Bengo, Benguela, Namibe, Huila, Cuando Cubango, entre outras.



 

Assuntos Fábrica  

Leia também
  • 22/08/2019 20:01:17

    Fábricas têxteis voltam às "mãos" do Estado

    Luanda - O Estado angolano conclui, sexta-feira (23), o processo de recuperação das três fábricas têxteis construídas com fundos públicos e arrestadas em Junho último, pela Procuradoria Geral da República (PGR), devido a irregularidades registadas no acto das privatizações.

  • 09/04/2019 18:19:49

    Sodiba exporta para alguns países africanos, Ásia e Europa

    Luanda - Mais de cento e cinquenta mil dólares norte-americanos é o valor que a Sociedade Distribuidora de Bebidas de Angola (Sodiba) arrecada, mensalmente, com a exportação da cerveja Luandina, para alguns países da Ásia, Europa e África.

  • 04/05/2018 18:47:52

    Aldeia Nova vai produzir 500 mil litros de óleo vegetal

    Sumbe - Uma fábrica de produção de óleo vegetal, com capacidade para produzir 500 mil litros por ano, está a ser montada no centro logístico do projecto Aldeia Nova, no município da Cela, província do Cuanza Sul, informou hoje, no Waku Kungo, o director-geral, Cob Triviski.