Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

28 Janeiro de 2020 | 09h01 - Actualizado em 28 Janeiro de 2020 | 17h14

Austrália pretende reforçar investimento em Angola

Luanda - A Austrália vai incrementar, nos próximos tempos, os seus investimentos no sector mineiro angolano, declarou segunda-feira em Pretória, África do Sul, a sua embaixadora não residente em Angola, Gita Kamath.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Embaixadora angolana na África do Sul, Filomena Delgado (esq) e a homóloga da Austrália em Angola, Gita Kamath

Foto: Cedida

Embaixadora angolana na África do Sul (esq.) e a homóloga da Austrália em Angola

Foto: Cedida

A diplomata australiana, que falava durante um encontro de cortesia com a sua homologa angolana acreditada na África do Sul, Filomena Delgado, disse ser sua pretensão recolher informações das áreas prioritárias que necessitam de investimentos em Angola.

Mostrou-se particularmente interessada em visitar as minas de Catoca, na província da Lunda Sul, e a indústria petrolífera, em Cabinda.  

Em Angola, a Austrália tem presença visível através da empresa Lucapa Diamond Company, que opera na exploração de diamantes na província da Lunda Norte.

Nessa província, na mina de Lulo, a Lucapa Diamond Company encontrou o 27.º maior diamante do mundo, originalmente com 404,2 quilates e sete centímetros de comprimento, que foi vendido por 16 milhões de dólares.

Lulo é uma das mais importantes minas de diamantes do mundo, constituída por uma sociedade entre a estatal Endiama (32%), a Rosa e Pétalas (28%) - ambas angolanas - e a Lucapa Diamond (40%), empresa australiana que é a operadora da mina.

Leia também
  • 15/01/2020 16:56:09

    Endiama negoceia regresso da De Beers ao país

    Luanda - A Empresa Nacional de Diamantes de Angola (Endiama) está a negociar o regresso em Angola da De Beers e a entrada da Rio Tinto, maiores empresas mineiras do mundo, anunciou o presidente do conselho de administração da empresa diamantífera angolana, Ganga Júnior.

  • 13/01/2020 17:15:48

    Diamantes com adicional de 34,7 milhões de dólares em 2019

    Luanda - A receita bruta da produção do sector diamantífero angolano atingiu, durante o ano de 2019, mil milhões, 263 milhões, 141 mil e 553 de dólares americanos, representando um aumento de 10%, resultando numa receita adicional de USD 34,7 milhões em relação ao ano de 2018.

  • 08/01/2020 13:36:42

    Potencial mineiro do Namibe deve transformar-se em riqueza

    Moçâmedes - O ministro dos Recursos Minerais e Petróleos, Diamantino Azevedo, defendeu hoje, em Moçamedes, a necessidade de se transformar o potencial mineiro da província do Namibe em riqueza real.