Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

17 Setembro de 2020 | 10h57 - Actualizado em 17 Setembro de 2020 | 11h20

Cacula disponibiliza terrenos para investimento privado

Lubango - A administração municipal da Cacula, província Huíla, tem disponíveis 89 mil e 113 metros quadrados de terreno para ceder a empresários nacionais e estrangeiros interessados em investir em diferentes áreas, informou, hoje à ANGOP, no Lubango, a administradora local, Cármen Duarte.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Estrada que liga Cacula, Negola e Cacula e Hoque

Foto: Pedro Parante

Trata-se de investimentos nos domínios do comércio misto, a grosso e a retalho, indústrias, panificadoras, serviços hoteleiros, implantação de bombas de combustíveis e formação profissional em todas as áreas do saber, mas os lotes vão variar em função da necessidade.

Além  destes terrenos, o município conta ainda com uma reserva fundiária de 643, 86 hectares distribuídos nas suas quatro comunas,  entre os quais 257,5 hectares estão destinados  ao fomento habitacional, 128,18 hectares destinados a zonas  verdes, 115,18 para instalação de equipamentos sociais.

Cármen Duarte sublinhou que em breve chega ao município uma linha de transporte de energia eléctrica da barragem Matala, a partir do município vizinho de Quipungo, um projecto que permite fazer chegar a electricidade às restantes comunas e ajudar assim a promover esses investimentos.

Entretanto, Cármen Duarte afirmou que a  Cacula é um bom lugar para se investir, pois é essencialmente agro-pecuário. Produz muitos cereais e precisa-se de alavancar a actividade industrial para a transformação dos mesmos em farinha.

“As portas estão abertas para empresários que pretendam investir. O município apresenta como vantagem a sua localização geográfica, propícia  para um ambiente de negócios e aposta na agricultura de cerais e hortícolas”, realçou.

O município da Cucula dista 96 quilómetros a norte da sede capital da província da Huíla e tem uma população estimada em 136 mil e 977 habitantes distribuídas pelas comunas do Viti Vivali,  Cacula, Chiquaqueia e Chituto.

É um dos 14municípios da província da Huíla, sendo o resultado da mais recente divisão administrativa do País (Agosto de 2011). Compreende uma extensão territorial de 3.449,75 km², é limitado pelos municípios de Caluquembe, a Norte, Chicomba e Quipungo, a Leste, Quilengues, a Oeste, e, Lubango, a Sul.

Leia também
  • 16/09/2020 10:02:22

    PIIM impulsiona transformação de rochas ornamentais

    Lubango - A transformação de rochas ornamentais na província da Huíla subiu de mil e 421 metros cúbicos, para mil e 621/mês, fruto de solicitações de empresas no ramo da construção civil para acabamentos de obras do Plano Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM).

  • 15/09/2020 10:51:15

    Camponeses da Chicomba recebem fertilizantes

    Chicomba - Pelo menos 761 famíliasas camponesas das comunas do Quê e sede municipal de Chicomba, na Huíla, beneficiaram, nesta segunda-feira, de 79,5 toneladas de fertilizantes, através do Projecto de Desenvolvimento da Agricultura Familiar e Comercialização (SAMAP).

  • 13/09/2020 16:44:32

    Famílias vulneráveis sustentam indústria com lixo plástico

    Lubango - Cerca de 70 toneladas de resíduos plásticos são adquiridas mensalmente pela fábrica Marplastico, do grupo Marivel, de pessoas singulares e colectivas do município do Lubango, província da Huíla e do Namibe, que encontraram há dois anos no negócio uma via de sustento de suas famílias.