Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

29 Setembro de 2020 | 19h11 - Actualizado em 29 Setembro de 2020 | 19h10

Projecto "Epungo Liokovasso" beneficia 85 camponeses do Londuimbali

Huambo - O Projecto de incentivo à produção de milho, denominado "Epungo Liokovasso", uma iniciativa da LMRI-Investnents África, vai apoiar, na presente campanha agrícola, 85 pequenos agricultores do município do Lonbuimbali, província do Huambo, a 92 quilómetros desta cidade.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Criado há três anos, o projecto, que conta com financiamento da Facil Card, consiste em apoiar os agricultores com micro-crédito por espécie, tem por objectivo estimular o cultivo de milho nas famílias camponesas a nível dos municípios da província, no sentido da promoção da produção local e diversificação da economia nacional.

Em declarações à imprensa, o supervisor do projecto, Domingos Cassinda Chitungo, que falava no acto de assinatura dos contratos e aberturas de contas bancárias, por parte dos beneficiários, informou que estes 85 agricultores, organizados e cooperativas, vão cultivar cerca de 100 hectares nas várias localidades da municipalidade e serão apoiados com kits agrícolas.

De acordo com o mesmo, cada agricultor será contemplado com um kit composto por oito sacos de adubo 12-24-12, sete sacos de ureia, 25 kilogramas de sementes de milho, fitofarmacos (herbicidas e inseticidas) e um pulverizador para o trabalho em um hectar.

Para além dos insumos agrícolas, acrescentou que os beneficiários serão agraciados com uma formação sobre as novas técnicas de produção de milho, assistência técnica e monitorização por satélite dos campos, no sentido de garantir que se alcancem os níveis desejado em termos de produção do cereal.

Domingos Cassinda Chitungo informou igualmente que, além do Londuimbali, o projecto vai, na presente época, apoiar agricultores dos municípios do Bailundo, Huambo, Caála, Ecunha, Longonjo, Mungo, Cachiungo e Chicala Cholohanga, num total de 412 beneficiários.

Prosseguiu que, para o apoio destes agricultores, que vão desenvolver as suas actividades numa área cultivável de 539 hectares, a LMRI-Investnents África vai aplicar um orçamento global de 329 milhões de kwanzas.

Em termos de perspectivas, disse prever-se um aumento dos níveis de produção do cereal nos mesmos municípios, numa escala de três a cinco mil toneladas por hectar e que, no final da colheita, cada agricultor terá a obrigação de devolver, a título de reembolso do crédito, dois mil e 500 quilogramas de milho, no prazo de 11 meses.

Por seu turno, o administrador da LMRI-Investnents, Luís Ilheu, que falava à margem do acto, fez saber que com o referido projecto a instituição pretende contribuir para o alcance dos objectivo do governo de Angola, no sentido da promoção da produção nacional, com realce para o milho, enquanto principal cultura agrícola da região.

Já o director municipal da Agricultura do Londuimbali, Eugénio Rufino Lázaro,  destacou a importância do projecto, por considerar que vai mitigar as dificuldades que os agricultores enfrentam para elevar os níveis de produção, para além de reprentar um factor para dinamizar a actividade agrícola na municipalidade.

LMRI-Investnents, uma empresa de direito angolano focada no sector agro-pecuário, foi criada em Outubro de 2015, como agente da Syngenta, a maior multinacional na área de fitofarmados e sementes.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também
  • 28/09/2020 12:50:13

    Campanha agrícola permite colheita de mais de 181 mil toneladas

    Huambo - A terceira época da campanha agrícola 2019/2020, na província do Huambo, registou uma safra de 181 mil e 618.47 toneladas de produção diversas, tendo registado um incremento no volume de colheita bruta na ordem 2.5 por cento em relação ao período anterior.

  • 24/09/2020 11:39:18

    IALTURC investe USD 6 milhões na construção de fábrica de massas

    Huambo - Seis milhões de dólares norte-americano (USD) estão a ser investidos, no Pólo Industrial da Caála (Huambo), pela empresa angolana IALTURC Indústria, para a construção da primeira fábrica de massas alimentares na região.

  • 22/09/2020 16:06:16

    BDA disponibiliza AKZ 900 milhões para cooperativas agrícolas

    Huambo - O Banco de Desenvolvimento Angolano (BDA) disponibilizou, esta terça-feira, 900 milhões de Kwanzas (Akz) para financiar 18 cooperativas agrícolas da província do Huambo, no quadro do programa de alívio dos efeitos económicos e negativos, provocados pela Covid-19.