Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Economia

01 Outubro de 2020 | 17h20 - Actualizado em 01 Outubro de 2020 | 17h19

Fazenda no Bengo começa colher primeiros frutos em 2021

Caxito -Mil pés de abacaxi, 70 de tangerina, 80 de limão, 680 de maracujá, 450 de laranja, 250 de banana e 1.500 de café estão plantados desde 2018 numa área de 17 hectares, na Fazenda Rio Dão, no município do Pango Aluquém, província do Bengo, cujos primeiros frutos se prevê colher em 2021.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A fazenda possui 530 hectares (17 em produção) e iniciou a sua actividade em 2017.

Ainda este ano, pretende aumentar o cultivo destes citrinos, semeando mais 700 plantas de tangerina, 200 de laranja, duas mil de maracujá e mil de banana.

Os citrinos são frutos cuja produção tem uma duração entre três a quatro anos e, por este facto, o responsável da fazenda, Sebastião Falo, não apontou as quantidades a serem colhidas.

A propriedade, construída com fundos próprios, num valor não revelado, tem como principais culturas a laranja, o maracujá, a banana, o café, o abacaxi, o limão e prevê  também dedicar-se ao cultivo da mandioca, a batata-doce, o milho e o inhame.

A falta de tractores, sistemas de irrigação e transporte para escoar a produção dificulta o trabalho dos camponeses, pois impede que estes aumentem as áreas de cultivo e a produção, já que desenvolvem a sua actividade de forma manual.

Para minimizar a situação, a fazenda aderiu ao Programa de Apoio à Produção, Diversificação das Exportações e Substituição das Importações (Prodesi), onde solicitou um financiamento de cerca de 50 milhões de Kwanzas, para aquisição destes equipamentos e desenvolver sem sobressaltos a actividade agrícola.

Para além da agricultura, e sem adiantar o valor a ser investido, a fazenda prevê, dentro dos próximos três anos, investir no turismo rural, uma vez que o interior da mesma possui infra-estruturas que facilitam a implementação desta iniciativa.

Para este propósito, existe já uma área preparada de 200 hectares.

Consta também do programa da propriedade a criação de gado bovino, caprino, suíno e avícolas, contando neste momento com mais de 50 galinhas poedeiras.

Desde que foi criada, a fazenda Rio Dão criou sete postos de trabalho.

Assuntos Província » Bengo  

Leia também
  • 24/09/2020 11:47:17

    Cooperativas do Bengo e BDA assinam acordo

    Caxito - Dezoito cooperativas da província do Bengo assinaram nesta quarta-feira, em Caxito, um memorando de entendimento para beneficiarem de crédito do Banco de Desenvolvimento de Angola (BDA), no âmbito das medidas de alívio do impacto económico provocado pela pandemia da covid - 19.

  • 12/09/2020 15:52:41

    NovagroLider produz mais de 58 mil toneladas de frutas

    Caxito - A Fazenda NovagroLider, na província do Bengo, tem uma produção anual de cerca de 58 mil e 400 toneladas de frutas.

  • 11/09/2020 19:25:07

    Indústria potencia exportações

    Caxito - O ministro da Indústria e Comércio, Victor Fernandes, disse que o sector vai potenciar a exportação de produtos industriais, por ser uma das formas para alterar a estrutura económica do país, e uma fonte de entrada de divisas.