Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

14 Janeiro de 2018 | 07h30 - Actualizado em 14 Janeiro de 2018 | 01h26

Ensino geral com mais de 84 mil vagas

Luena - Oitenta mil e 624 vagas estão disponíveis no subsistema do ensino geral na província do Moxico, para o ano lectivo 2018, que inicia em fevereiro próximo em todo país, anunciou sexta-feira, no Luena, a directora provincial interina da educação, Telma Gouveia Mana.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Moxico: Encontro de auscultação dos directores das escolas do Moxico

Foto: David Dias

Moxico: Directora Provincial Interina da Educação,Telma Gouveia Mana

Foto: David Dias

Em declarações à imprensa, após um encontro que o governador provincial, Gonçalves Muandumba, manteve com os responsáveis da direcção de Educação e das escolas, no quadro da preparação do ano lectivo, afirmou que, neste momento, todas as condições estão criadas.

O ano lectivo de 2018 arranca com 330 escolas a serem asseguradas por cinco mil e 544 professores, segundo a responsável.

Por sua vez, Gonçalves Muandumba disse que o encontro serviu para recolher opiniões, dúvidas e sugestões, sobre as premissas que vão nortear o ano lectivo de 2018.

Disse ter orientado aos responsáveis da educação para partilharem os problemas e encontrar-se soluções, em conjunto, além de chamar atenção aos directores de escolas no sentido de se tornarem “autênticos líderes”, interagindo com professores, alunos e seus encarregados.

Já o director do Instituto Politécnico de Administração e Gestão (IPAG), Ismael Keshipoko, disse que a instituição dispõe de 228 vagas, menos 45 em comparação ao igual período anterior, nos cursos de contabilidade, estatística, informática, comércio, recursos humanos, administração pública e finanças.

O director apontou o défice de professores como um dos principais problemas que o instituto enfrenta, para além o de índole financeiro.

Por sua vez, o sub-director administrativo do Magistério “4 de Abril”, Jamba Januário, garantiu a existência de 150 vagas, mais 50 em comparação ao igual período, nos cursos de educação visual e plástica, matemática, inglês, educação moral e cívica, pré-escolar, bio-química e geo-história, os dois últimos implementados no presente ano.

Enquanto isso, o director do Complexo Escola Maria Auxiliador (CEMA), afecta à igreja, Euridice Filisberta Filipe, disse existir 90 vagas, com possibilidade de aumentar face as classes de transição.

Na Escola de Formação de Técnicos de Saúde (EFTS) aumentou de 160 para 300 vagas no presente ano lectivo, para os cursos de enfermagem, estomatologia, análise clinica, fisioterapia, radiologia. Por falta de professores foi retirado o curso de farmácia.

De acordo com o seu director, Cacoma Simão, a instituição debate-se com problema de professores, contando, nesse momento, com apenas 16 docentes efectivos e 44 colaboradores.

Leia também
  • 17/03/2018 16:43:13

    Angola partilha experiência sobre merenda escolar

    Luanda - A experiência obtida na implementação da merenda escolar no país foi partilhada na X Reunião de Ministros da Educação da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), que decorreu de 14 a 17 do corrente mês, na República Federativa do Brasil.

  • 15/03/2018 16:23:47

    Escola comunitária de Bulantulu necessita de material escolar

    Uíge - A escola comunitária de Bulantulu, localizada no bairro de Paco Benze, necessita de carteiras e manuais escolares para atender os alunos.

  • 11/03/2018 17:59:57

    Quilengues precisa de mais de mil e 600 professores

    Quilengues - Mil e 648 novos professores são necessários para o sistema de ensino no município de Quilengues, província da Huíla, onde sente-se a carência destes, sobretudo nas comunas de Impulo e Dinde, informou hoje, doming, o director municipal da educação, Isaac Muholo.

  • 09/03/2018 18:42:54

    Universitários devem produzir pensamento reflectivo e crítico

    Luena - Os estudantes da Escola Superior Politécnico do Moxico (ESPM) foram hoje, sexta-feira, exortados a adoptar um pensamento reflectivo e crítico durante os anos de formação académica.