Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

13 Junho de 2018 | 13h44 - Actualizado em 13 Junho de 2018 | 13h44

Cacolo com fraca aderência no concurso público da Educação

Cacolo - O município de Cacolo, que dista a 145 quilómetros a nordeste da cidade de Saurimo (Lunda Sul), regista pouca aderência no concurso público da Educação, aberto a 28 do mês em curso, informou hoje, quarta-feira, o administrador municipal, Nelson Wilson Esperança.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

ADMINISTRADOR MUNICIPAL DE CACOLO, NELSON DANIEL WILSON ESPERANÇA

Foto: HÉLDER DIAS

Em declarações à Angop, o gestor fez saber que o município dispõe de 120 vagas, das quais 20 para o I e II ciclo, acrescentando que a fraca aderência deve-se ao facto de a circunscrição ter um número reduzido de cidadãos formados na Escola de Formação de Professores.

Deste modo, apelou aos cidadãos residentes na sede capital da província (Lunda Sul) formados na Escola de Formação de Professores no sentido de deslocarem-se para o município de Cacolo, a fim de participarem no concurso e preencherem as vagas disponíveis.

Disse que a administração está a trabalhar no sentido de garantir as condições de acomodação dos concorrentes que se deslocarem no referido município para o efeito.

Acrescentou que Cacolo necessita principalmente de professores de Matemática, Física, Química, Geografia e Língua Portuguesa.

O município de Cacolo matriculou mais de 16 mil alunos em todos os subsistemas de ensino, distribuídos em 26 escolas, assegurados por 311 professores.

O município de Cacolo tem cerca de 76 mil e 400 habitantes. É constituído por três comunas, nomeadamente Auto-Chicapa, Chassende e  Cucumbi.
 
 

Leia também
  • 13/06/2018 11:10:48

    Governo retoma construção de escolas

    Ndalatando - O governo provincial do Cuanza Norte retomou, neste II trimestre, as obras de construção de oito das 11 escolas com 152 salas de aulas, que se encontravam paralisadas há mais de quatro anos.

  • 13/06/2018 10:59:15

    Cobertura escolar em 2016 se manteve insuficiente - relatório

    Luanda - A cobertura escolar em 2016 se manteve insuficiente no país em relação ao crescimento da população em idade escolar, em que as matrículas no ensino geral alcançaram cerca de 78,3 porcento da cobertura escolar, menos 5.7 porcento do que a respectiva meta.

  • 13/06/2018 07:16:29

    Uige: Kimpa Vita e ISCED celebram acordo para intercâmbio científico

    Uíge - A Universidade Kimpa Vita e o Instituto Superior de Ciências de Educação (ISCED) celebraram terça-feira, nesta cidade, um acordo de cooperação estratégica para intercâmbio científico entre as duas instituições de ensino superior na província do Uíge.