Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

14 Junho de 2018 | 15h43 - Actualizado em 14 Junho de 2018 | 15h43

Professores recebem formação sobre metodologias de ensino especial

Ndalatando - Trinta professores da Escola de Ensino Especial de Ndalatando, província do Cuanza Norte, beneficiam de uma formação para melhorar as suas habilidades de ensino neste subsistema de educação.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Participantes na acção formativa

Foto: Diniz Simão

A acção formativa insere-se num projecto de investigação científica da Escola Superior Pedagógica do Cuanza Norte (ESPCN), que visa a superação científica de professores e famílias dos alunos com necessidades educativas especiais

O director desta instituição de ensino, António Santana, afirmou que o projecto enquadra-se também no âmbito das responsabilidades sociais da ESPCN e focaliza ainda as famílias para que possam perceber que apesar das limitações motoras, visuais auditivas, psíquicas ou de fala é importante que essas crianças tenham alguma formação, visando a sua inserção na sociedade.

Numa primeira fase, formados na área de educação especial vai beneficiar 18 professores e encarregados de educação de alunos com necessidades educativas especiais, dando sequencia na segunda fase, aos demais municípios da província.

Durante a formação os participantes vão abordar técnicas de interação entre professores e estudantes com necessidades educativas especiais e munir os participantes com ferramentas que lhes permitam lidar com alunos com este tipo de particularidade.

Por seu turno o director da Escola de Ensino Especial de Ndalatando, Diogo Evangelista, realçou a importância desta formação para a melhoria do ensino naquela instituição e da participação da comunidade na vida da escola.

Esclareceu que a formação vai decorrer durante seis dias, aos sábados, para não interromper o curso normal das aulas.

Ao intervir no acto de abertura do evento, a vice-governadora do Cuanza Norte para o sector político, social e económico, Leonor da Silva de Lina e Cruz, defendeu a necessidade da formação contínua dos professores do ensino especial para o melhoria da actividade educativa neste subsistema de ensino.

Sublinhou que a acção formativa vai melhorar cada vez mais o atendimento especializado aos alunos com necessidades educativas especiais.

Considerou oportuna a implementação do referido projecto, visto que a mobilização dos familiares e encarregados de educação dos alunos com necessidades especiais vai reforçar o envolvimento destes no processo de educação e conforma-los a realidade natural dos seus educandos.

Dois mil 458 alunos portadores de deficiências permanentes e transitórias: síndrome de down, autismo, deficiências visual, auditiva, motora e combinada, bem como de transtornos de conduta frequentam, neste ano lectivo, aulas do ensino primário, I e II ciclos, na escola do ensino especial de Ndalatando.

As aulas na instituição, constituída por 12 salas, são asseguradas por 32 docentes, 20 dos quais com formação especializada para trabalhar com estudantes com necessidades educativas especiais.

Nos demais municípios esses estudantes recebem aulas através do processo de inclusão escolar em turmas do ensino geral.

Leia também
  • 13/06/2018 14:32:14

    Ensino especial no Moxico sem material didáctico especializado

    Luena - A falta de material didáctico especializado e 70 novos professores dificulta a melhoria da qualidade de ensino nas escolas dos estudantes com necessidades educativas especiais.

  • 13/06/2018 13:44:45

    Cacolo com fraca aderência no concurso público da Educação

    Cacolo - O município de Cacolo, que dista a 145 quilómetros a nordeste da cidade de Saurimo (Lunda Sul), regista pouca aderência no concurso público da Educação, aberto a 28 do mês em curso, informou hoje, quarta-feira, o administrador municipal, Nelson Wilson Esperança.

  • 13/06/2018 11:10:48

    Governo retoma construção de escolas

    Ndalatando - O governo provincial do Cuanza Norte retomou, neste II trimestre, as obras de construção de oito das 11 escolas com 152 salas de aulas, que se encontravam paralisadas há mais de quatro anos.