Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

12 Julho de 2018 | 13h56 - Actualizado em 12 Julho de 2018 | 13h55

Cazenga e Sambizanga promovem Feira do Jardim do Livro

Luanda - O município do Cazenga e o distrito do Sambizanga realizam a partir de hoje, quinta-feira, Feiras do Jardim do Livro com o objectivo de promover o gosto pela leitura e divulgar os 11 compromissos da criança.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Feira do Livro Infantil (Arquivo)

Foto: David Dias

 No distrito do Sambizanga, município de Luanda, mais de 20 expositores de livros infantis e discos encontram-se no Largo Alameda Manuel Van-Dúnem, desde hoje, quinta-feira, até sábado, das 08 às 17 horas.

Durante o acto de abertura, centenas de crianças de escolas privadas e públicas adquiriram manuais infantis a preços promocionais, avaliados entre os 200 aos dois mil Kwanzas, cantaram, declamaram poesias, dançaram e apresentaram peças teatrais.

De acordo com o administrador do Sambizanga, António Fiel Didi, a realização desse evento cumpre um programa da Comissão Administrativa da Cidade de Luanda que a promove em todos os distritos urbanos, visando a consciencialização dos 11 compromissos da criança e elevar o gosto dos meninos pela leitura.

Já no Cazenga, a feira também com duração de três dias decorre sob o lema "Criança, absoluta prioridade" e acontece na Mediateca " Ze Du", com a exposição de manuais, de diferentes autores, sobre a reforma educativa, livros científicos,  religioso, educação ambiental e infantis.

O administrador municipal adjuntos para a área social, política e comunidades, José de Oliveira Bastos, explicou que o objectivo é criar, nas crianças, o habito pela leitura, porque com o evoluir da tecnologia são poucas as pessoas que continuam a usar os manuais,  pois a maioria busca a internet.

Para José de Oliveira Bastos, a intenção é fazer com que as crianças procurem o conhecimento a partir dos livros, através da investigação, compreendam e tenham uma melhor percepção do que acontece.

 

Leia também
  • 08/11/2018 17:08:38

    Academia regula estratégias de intervenção de sectores produtivos

    Luena - As reflexões e resultados produzidos pelas actividades académicas promovidas pelos estabelecimentos de ensino superior no Moxico podem contribuir na regulação das estratégias de intervenção nos diversos sectores produtivos e institucionais da vida social dos habitantes locais, o director geral do Instituto Superior Politécnico Privado Walinga (ISPPW) do Moxico, Albano Freitas Sapalo.

  • 08/11/2018 17:02:19

    Huíla acolhe 1º Congresso Internacional de Educação Primária

    Lubango - A província da Huíla acolhe de 21 a 23 de Novembro do ano em curso, na cidade do Lubango, o 1º Congresso Internacional de Educação Primaria sob o signo Repensar a Escola Primaria: Desafio da Globalização, numa iniciativa do Instituto Superior Politécnico Independente (ISPI).

  • 08/11/2018 12:20:40

    Finalistas do Liceu do Tuku expõem produtos diversos

    Mbanza Kongo - Uma exposição de produtos diversos feitos de material reciclado como papelão, latas, bordão e cartolina por 127 finalistas do Liceu do Tuku, município de Mbanza Kongo, província do Zaire, está desde terça-feira, patente nesta instituição do II ciclo de ensino secundário.

  • 03/11/2018 15:29:15

    Cooperação francesa realiza tournê "Eferveciências" em Angola

    Luanda - Uma tournê de conferências-espectáculos académica realiza-se de 6 a 9 de Novembro, em quatro províncias do País, no âmbito do inovador projecto "Eferveciências" (Effervesciences), a ser ministrada pelo pesquisador francês Richard Eastes, numa iniciativa da cooperação francesa em Angola, soube hoje (sábado) a Angop.