Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Educação

09 Setembro de 2019 | 18h05 - Actualizado em 09 Setembro de 2019 | 19h55

Licenciados a distância perdem título no Bié

Cuito - Noventa e três professores da província do Bié, que adquiriram os graus de licenciados a distância pela Universidade Grendal do Brasil, serão despromovidos ao escalão de técnicos médios.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Escola do Município da Nharêa

Foto: Jilmar Chitondua

De acordo com o director do Gabinete Provincial da Educação no Bié, António Manuel, que falava nesta segunda-feira à imprensa, o Ministério do Ensino Superior não reconhece o ensino a distância, razão pela qual os docentes em causa perderão os graus académicos de licenciados.

Os referidos professores, segundo o director António Manuel, adquiriram novo perfil académico desde Janeiro deste ano, no quadro do processo de transição de categoria efectuado pelo Ministério da Educação.

Por seu turno, o docente universitário Hermenegildo Pinto, um dos responsáveis da implementação do estudo a distância daquela instituição, considerou má a atitude do Ministério do Ensino Superior, adiantando ter recebido luz verde do governo para o efeito.

“Não entendemos a razão do não reconhecimento dos certificados dos estudantes formados a distância pela referida universidade, se este método de ensino existe em qualquer parte do mundo ” (?), questionou, ao considerar de má fé a atitude dos incentivadores desta situação.

Contactados, os visados recusaram-se a falar sobre  assunto.

O polo da Universidade Grendal, com sede no Brasil, foi instalado na província do Bié em 2012. Encerrado este ano (2019) pelo Ministério do Ensino Superior, a referida instituição ministrava cursos de Pedagogia, Direito, Psicologia, Administração Pública, Finanças, Sociologia e Ciência de Saúde, cujo número de graduados não foi avançado.

O Gabinete Provincial da Educação no Bié controla mais de 15 mil professores e durante o processo de actualização do perfil académico, que decorreu no princípio deste ano, mais de 900 transitaram ao grau de licenciados.

Leia também
  • 06/09/2019 16:40:08

    Governo reafirma aposta no processo de alfabetização

    Luanda - O Executivo Angolano continua a criar condições de ensino para acolher as famílias, sobretudo mulheres, que ainda mostram interesse em aprender a ler e escrever, como forma de se combater o analfabetismo na sociedade, afirmou, nesta sexta-feira, em Moçamedes, o delegado provincial da Justiça no Namibe, Wilson Vilengalenga.

  • 31/08/2019 03:39:09

    ESPB no Bié gradua novos licenciados

    Cuito - A Escola Superior Pedagógica do Bié (ESPB) colocou sexta-feira no Cuito, a disposição do mercado de trabalho, quatrocentos e trinta e quatro novos licenciados, num acto marcado pela entrega dos diplomas correspondentes às várias áreas das ciências de educação.

  • 24/08/2019 18:45:32

    Zaire: Sector privado deve absorver quadros recém-formados

    Soyo - O governador da província do Zaire, Pedro Makita Armando Júlia, pediu neste sábado, no Soyo, ao sector empresarial privado a alargar a sua cadeia de negócios para proporcionar mais postos de trabalho aos quadros recém-formados.