Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Institucional

01 Dezembro de 2017 | 18h43 - Actualizado em 01 Dezembro de 2017 | 18h43

Relatório sobre eleições de Agosto apresentado em Luanda

Luanda - O Instituto Angolano de Sistemas Eleitorais e Democracia (IASED) apresenta na segunda-feira, em Luanda, o relatório sobre a observação eleitoral, elaborado pelo Observatório Eleitoral Angolano (ObEA), referente ao pleito de 23 de Agosto de 2017.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A amostra do documento vai decorrer às 14h00, numa das unidades hoteleiras da capital, na presença de representantes da Comissão Nacional Eleitoral (CNE), do Executivo, do Parlamento, do Poder Judicial, de formações políticas, do corpo diplomático e da comunidade internacional.

Segundo o coordenador da missão, Luís Jimbo, o estudo foi elaborado por distintos grupos de trabalho, constituídos por 48 organizações não-governamentais nacionais associadas ao ObEA, que consistiu na colheita de dados qualitativos e quantitativos dos aspectos inerentes ao processo.

“Pela primeira vez, o estudo permitiu ter uma ideia clara do papel dos observadores e de como podem contribuir para a consolidação dos processos eleitorais”, disse, ao mesmo tempo que considerou como grande desafio a falta de financiamento de fundos públicos.

Contudo, destacou o apoio institucional concedido pelas entidades envolvidas no processo, nomeadamente os partidos políticos concorrentes, o Ministério da Administração do Território (MAT), o Tribunal Constitucional (TC) e a Comissão Nacional Eleitoral (CNE).

O ObEA tem como missão trabalhar no engajamento da sociedade civil e dos agentes eleitorais, primando por processos eleitorais participativos, credíveis, transparentes, justos e pacíficos, disse o responsável.

Assuntos Eleições