Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Institucional

11 Dezembro de 2017 | 11h42 - Actualizado em 11 Dezembro de 2017 | 11h41

Prevenção de doenças domina feira da saúde

Luanda - Apelos à prevenção de doenças crónicas e sobre a importância da educação sanitária, higiene, segurança no trabalho e exposição de instrumentos hospitalares vão dominar a feira nacional de saúde (Senasida), a decorrer de 15 a 17 deste mês, no Centro de Conferências de Belas, em Luanda.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Pormenor de uma das feiras de saúde realizada na província do Huambo

Foto: VALENTINO YEQUENHA

Promovido pela organização “Movimento os Ganhos da Paz”, o certame visa sensibilizar a sociedade sobre os objectivos inscritos no programa de Governo do MPLA para o período 2017-2022, no que respeita ao combate às grandes endemias, com realça para o HIV/Sida.

O coordenador do evento, Abraão Dos Reis, disse à Angop que a feira vai dar voz às pessoas que se dedicam a essas matérias para falarem da importância da educação sanitária, municipalização da saúde e, fundamentalmente, da higiene e segurança no trabalho.

“A negligência sobre esses aspectos tem sido um factor determinante para o aumento de doenças crónicas como a hipertensão, diabetes, insuficiência renal e acidentes de trabalho, a par da malária que continua a ceifar a vida de muitas crianças diariamente”, observou.

Particularizou que o facto de algumas pessoas ignorarem o uso de mosquiteiros para proteger as crianças, mesmo sabendo que esses utensílios são distribuídos gratuitamente, denota falta de educação sanitária, daí a necessidade de se sensibilizar os cidadãos para mudarem do comportamento.

Abraão Dos Reis notou que o aumento vertiginoso de vítimas mortais e de casos de invalidez, entre a população produtiva, devido à incidência das grandes endemias, particularmente do HIV/Sida, põe em risco o desenvolvimento socioeconómico do país.

“Angola só poderá ter êxitos na aplicação da sua estratégia de desenvolvimento se tiver uma força de trabalho saudável e capazes de corresponder com os desafios do presente e do futuro”, alertou o promotor social.

Durante a feira serão ministradas consultas médicas e testagens grátis, debates sobre a medicina natural e sua importância no tratamento das doenças crónicas, bem como troca de experiências entre terapeutas tradicionais e profissionais do sector da saúde convencional.

Serão igualmente expostos instrumentos sanitários, medicamentos, material hospitalar e para prevenção de incêndios, entre outros serviços que concorrem para o bem-estar psíquico e emocional das pessoas, de forma a afastar as causas de certas doenças no seio dos angolanos.

Prevê-se ainda a realização de uma campanha de doação de sangue para reforçar os stocks do Centro Nacional de Hemoterapia e dos bancos de urgência das maternidades e dos hospitais Pediátrico, Josina Machel e Clínica do Prende, todos localizados em Luanda.

“Movimento os Ganhos da Paz” é um fórum que congrega associações da sociedade civil, igrejas e organizações não governamentais determinadas em combater às endemias e à valorização dos recursos humanos.

A agremiação Acção Juvenil para o Desenvolvimento Humano (AJUDEH) faz parte da organização da feira, a 7ª que se realiza no país, cuja iniciativa foi estimulada pelo ex-presidente da República, José Eduardo dos Santos, segundo Abraão Dos Reis.

Assuntos Feira   Província » Luanda   Saúde  

Leia também
  • 30/11/2017 13:17:35

    Epidemia de Sida aumenta vertiginosamente em Angola

    Luanda - Luanda, Lunda Norte, Lunda Sul, Cuando Cubango e Cunene são as províncias de Angola onde o número de portadores do vírus de VIH-Sida aumenta vertiginosamente, situação que preocupa as autoridades sanitárias do país.

  • 31/10/2017 17:32:40

    Medicina natural em Angola em progressão

    Luanda - A medicina natural/tradicional em Angola tem desempenhado um papel fundamental na cura de pessoas que padecem de enfermidades diversas nos últimos tempos, face às enchentes que se registam nos hospitais públicos de referência.

  • 20/10/2017 12:31:31

    Medicamentos para diabetes isentos de taxas

    Luanda - A partir do início de 2018, o preço dos medicamentos para diabetes, em Angola, pode ser mais barato, uma vez que, por decisão presidencial, a sua importação estará isenta do pagamento de direitos aduaneiros.