Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Institucional

05 Janeiro de 2018 | 19h21 - Actualizado em 05 Janeiro de 2018 | 19h08

Kimbanguistas enaltecem acções do executivo de João Lourenço

Luanda - A governação do Presidente da República, João Lourenço, alimenta muitas esperanças por parte das populações, a julgar pela reestruturação de algumas instituições e serviços que o executivo saído das eleições de 23 de Agosto de 2017 tem levado a cabo.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Paul Kissolokele, líder da Igreja Kimbanguista em Angola

Foto: Francisco Miúdo/Arquivo

Esta apreciação foi feita à Angop, nesta sexta-feira, em Luanda, pelo responsável máximo em Angola da Igreja de Jesus Cristo sobre a Terra, conhecida por Igreja Kimbanguista, Paul Kissolokele.

O religioso falava a propósito dos preparativos dos festejos do 100º aniversário do nascimento de Diangienda Kuntima Joseph, terceiro e último filho do fundador da igreja, Simon Kimbangu, a assinalar a 22 de Março próximo.

“A acção do Executivo está a ser acompanhada com muito interesse pelas populações, particularmente pelos crentes da Igreja Kimbanguista, e como parceiros do governo que somos, vamos continuar a apoiá-lo mediante ao alargamento da nossa intervenção nas áreas da saúde e da educação”, disse.

Paul Kissolokele referiu que os resultados das acção em curso vão levar algum tempo, ao mesmo tempo que defendeu que a moralização da sociedade mediante a transmissão dos princípios do amor ao próximo, perdão e solidariedade por de todas as igrejas reconhecidas.

Neste sentido, apelou aos fiéis angolanos da sua congregação a intensificarem as orações e traduzirem o sentimento de amor ao próximo em acções práticas, para que o evento decorra num clima fraterno para a dignificação do país e dos seus dirigentes.

Preparativos do evento decorrem a bom ritmo

O responsável assegurou que a preparação da festa do centenário de Diangienda Kuntima Joseph, a ter lugar na capital angolana de 16 a 24 de Março de 2018, decorrem a bom ritmo.

De acordo com o programa, as solenidades serão marcadas com desfile dos fiéis, culto dominical, visita à Leprosaria de Luanda, doação de sangue, concerto musical, culto de acção de graças e passeio turístico.

Para o efeito, são aguardados fiéis do Congo Democrático, Gabão, Congo Brazzaville, Zâmbia, África do Sul, Namíbia, França, Bélica, Reino Unido, Alemanha, Suíça, Estados Unidos da América, Canada e do Brasil.

Angola, com mais de 40 paróquias espalhadas pelas 18 províncias, a República Democrática do Congo (RDC) e a República do Congo Brazzaville são os países onde os ideais da Igreja Kimbanguista se evidenciaram desde os primórdios da sua fundação, a 6 de Abril de 1921.

Construção de infra-estruturas sociais movimento fiéis

Com vista a acolher as delegações estrangeiras e nacionais, a direcção da congregação religiosa está empenhada na construção de infra-estruturas sociais de raiz, no Centro de Conferências do Golfe, município do Kilamba Kiaxi.

Neste momento decorrem as obras de construção de um edifício habitacional, um centro multiusos, gabinetes, centro médico e outros imóveis, dos quais uma escola do II nível. No município de Viana está em construção uma maternidade com capacidade de 50 camas.

Todos trabalhos de engenheira e construção estão a ser assegurados pelos próprios fiéis, homens e mulheres de todas as idades, entre especialistas e ajudantes.

O material de construção é igualmente doado pelos crentes, através de acção de graças. O culto de 24 de Dezembro último, testemunhado pela Angop, foi essencialmente marcado pela entrega desses materiais.

Na ocasião, Paul Kissolokele afirmou que a espiritualidade, aliada ao amor, solidariedade e a determinação dos fiéis têm superado as dificuldades resultantes da crise económica e financeira que o país vive.

A Igreja Kimbanguista foi fundada a 6 de Abril de 1921, na localidade de Nkamba, então Congo Belga, actual RDC, pelo profeta Simon Kimbangu.

Assuntos Apreciação   Executivo   Igreja