Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

11 Outubro de 2017 | 17h10 - Actualizado em 11 Outubro de 2017 | 17h09

Desastres causam por ano deslocamento de quase 14 milhões de pessoas no mundo

Genebra - As distintas catástrofes naturais causam por ano no mundo o deslocamento forçado de 13,9 milhões de pessoas, segundo um estudo apresentado hoje pela Agência das Nações Unidas para a Prevenção de Desastres, com base num novo método de análise.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Catástrofes naturais causam deslocamento forçado de pessoas (Foto arquivo)

Foto: Cortesia afp

Os dados mais recentes procedentes de 204 países e territórios foram utilizados para esta análise e os seus resultados mostram que haverá um aumento contínuo do número de deslocados nos países mais vulneráveis se não houver progressos importantes em prevenção e gestão de riscos.

O estudo, que exclui as secas e o aumento do nível do mar por ser fenómenos lentos, indica que o desastre que mais desloca pessoas são as inundações, cuja frequência aumenta a nível global.

No entanto, o responsável do estudo, Justin Ginnetti, precisou que o facto de um desastre forçar um deslocamento a médio ou longo prazo não se deve em si ao fenómeno meteorológico, senão à falta de governabilidade, à pobreza, à degradação dos ecossistemas e ao desenvolvimento urbano caótico.

Vários furacões e ciclones causaram nos últimos meses morte e destruição de infra-estruturas no Caribe e, em menor medida, nos Estados Unidos, enquanto níveis recorde de inundações foram registados na Índia, no Nepal e em Bangladesh.

Oito dos dez países com o maior número de deslocados ou de pessoas que perderam as casas por causa de desastres estão no sul e no sudeste da Ásia.

Trata-se de 2,3 milhões de pessoas na Índia, China (1,3 milhão), Bangladesh (1,2 milhões), Vietname (um milhão), Filipinas (720 mil), Minmar (570 mil), Paquistão (460 mil), Indonésia (380 mil), Rússia (250 mil) e os Estados Unidos (230 mil).

Assuntos Catástrofes  

Leia também