Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

11 Outubro de 2018 | 10h05 - Actualizado em 11 Outubro de 2018 | 11h49

Primeira sondagem da segunda volta dá vitória a Bolsonaro

Brasília - A primeira sondagem para a segunda volta das presidenciais brasileiras, após o escrutínio do último domingo, dão a vitória a Jair Bolsonaro, do Partido Social Liberal (PSL), noticiou hoje a Reuters.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Jair Bolsonaro, Candidato à Presidência do Brasil (Foto arquivo)

Foto: Divulgação

De acordo com a sondagem do Instituto Ideia Big Data, em parceria com a revista Veja, o candidato de extrema-direita teria 54 por cento das intenções de voto, ao passo que Fernando Haddad, do Partido dos Trabalhadores (PT), 46 por cento.

Na primeira volta, recorde-se, Jair Bolsonaro teve 46 por cento dos votos, ao passo que Fernando Haddad ficou pelos 29 por cento.

Na sondagem divulgada esta quarta-feira, em que foram ouvidos 2 mil e 36 eleitores, com uma margem de erro 2,67 por cento, Bolsonaro tem 48 por cento das intenções de voto, enquanto Haddad tem 41 por cento. Os votos brancos ou nulos somam 7 por cento, registando-se ainda 4 por cento de indecisos.

Horas depois da divulgação desta sondagem, foi revelado o estudo da Datafolha, que apresenta um cenário ainda mais favorável a Bolsonaro.

De acordo com esta sondagem, se as presidenciais fossem esta quarta-feira, o candidato de extrema-direita venceria com 58 por cento dos votos, mais 16 pontos percentuais do que Haddad, que se ficaria pelos 42 por cento. Bolsonaro só perderia para o candidato do PT no Nordeste.

Na sondagem da Datafolha, que excluiu os votos brancos, nulos ou indecisos, foram ouvidas 3.235 pessoas em 227 municípios. A margem de erro é de 2 por cento.

O estudo revela ainda que Bolsonaro tem mais apoio entre os homens (57%) do que nas mulheres (42%). Já Fernando Haddad conta com 39 por cento do apoio das mulheres e 33 por cento do eleitorado masculino.

Bolsonaro conta também com o apoio da população mais rica (62%) e com mais habilitações literárias (58% com ensino superior). Por seu lado, Haddad reúne o 44 por cento do eleitorado com o ensino básico e o mesmo índice entre os pobres. De realçar que Bolsonaro conta com 60 por cento do voto evangélico.

A segunda volta das presidenciais brasileiras está marcada para o próximo dia 28 de Outubro.

Assuntos Eleições  

Leia também
  • 12/10/2018 10:39:33

    Merkel enfrenta “teste decisivo” nas eleições de domingo na Baviera

    Berlim - A Baviera, no sul da Alemanha, vai a votos este domingo para o parlamento regional, no que se prevê que seja um “teste decisivo” para o Governo de Angela Merkel, defendeu hoje em declarações à Lusa o politólogo Werner Patzelt.

  • 08/10/2018 12:40:07

    Ex-primeiro-ministro italiano elogia desempenho de Haddad

    Roma - O ex-primeiro-ministro da Itália Massimo D'Alema elogiou nesta segunda-feira (8) o desempenho de Fernando Haddad (PT) nas eleições presidenciais de 2018.

  • 08/10/2018 09:53:08

    Bolsonaro e Haddad iniciam a campanha da segunda volta

    Rio de Janeiro - O candidato de extrema-direita Jair Bolsonaro e o esquerdista Fernando Haddad buscarão a partir desta segunda-feira formar alianças e superar as resistências que cada um encontra em amplos sectores sociais para vencer a segunda volta, a 28 de Outubro, da eleição presidencial do Brasil.