Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

12 Fevereiro de 2020 | 16h17 - Actualizado em 12 Fevereiro de 2020 | 16h16

Duas cartas explodem em empresas dos Países Baixos sem fazer vítimas

Amsterdão - Duas cartas armadilhadas explodiram hoje (12) nas instalações de duas empresas dos Países Baixos sem causar vítimas, anunciou a polícia, explicando que ambas visavam extorquir dinheiro virtual.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

As cartas foram enviadas para o banco ABN AMRO, em Amesterdão, e para as instalações da empresa japonesa de serviços informáticos Ricoh, em Kerkade (sul).

O remetente exigia uma quantia em ‘bitcoins’, a mais famosa moeda virtual, e ameaçava enviar outras cartas armadilhadas caso o pagamento não fosse feito, informou a agência de notícias holandesa ANP.

“Um funcionário (do ABN AMRO) quis abrir a carta, mas ouviu um apito e lançou-a para longe, tendo então o envelope registado uma leve detonação”, afirmou a polícia em comunicado, citado pela Lusa.

“Felizmente, não houve feridos, mas as pessoas envolvidas estão obviamente muito chocadas”, referiu a Ricoh, também em comunicado.

A polícia holandesa já iniciou uma investigação sobre uma série de cartas contendo explosivos, enviadas em Dezembro e em Janeiro para empresas de três cidades dos Países Baixos.

A investigação visa determinar se existe uma ligação entre essas cartas e as que explodiram hoje.

Assuntos Engenhos  

Leia também