Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Internacional

03 Novembro de 2020 | 11h46 - Actualizado em 03 Novembro de 2020 | 08h52

Presidente do Peru vai enfrentar um novo processo de destituição do cargo

Lima - O parlamento do Peru decidiu, na segunda-feira, que o chefe de Estado, Martin Vizcarra, vai enfrentar um novo processo de destituição por "incapacidade moral" e que deverá comparecer perante os parlamentares a 09 de Novembro.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Bandeira do Peru

Foto: Divulgação

O processo de "impeachment" que o Presidente peruano vai enfrentar é motivado por alegados actos de corrupção ocorridos em 2014, foi anunciado pelo vice-presidente do parlamento, Luis Valdez, citado pela agência France-Presse (AFP).

Vizcarra evitou o primeiro processo de destituição em Setembro porque os opositores políticos não conseguiram reunir os 87 votos necessários do total de 130 deputados para derrubar o chefe de Estado.

Na altura, o debate prolongou-se durante dez horas, mas apenas 32 parlamentares votaram a favor do procedimento de destituição também por "incapacidade moral", na sequência de várias acusações de manipulação de testemunhas num inquérito por suspeita de corrupção.

Martin Vizcarra assumiu a presidência do Peru em Março de 2018, depois de ter sido vice-presidente de Pedro Pablo Kuczynski, que se demitiu de chefe de Estado na sequência de um escândalo de corrupção ligado à empresa brasileira de construção Odebrecht.

O Presidente peruano, que não poderá recandidatar-te nas próximas eleições presidenciais, agendadas para 21 de Abril de 2021, deverá terminar o mandato dentro do prazo estabelecido por lei, a 28 de Julho de 2021.

Assuntos Internacional  

Leia também
  • 03/11/2020 10:31:13

    Filipinas preparam-se para segundo tufão

    Manila - As Filipinas poderão voltar a ser atingidas por uma tempestade tropical na quinta-feira, depois de o Goni, considerado o tufão mais forte do ano, ter feito 20 mortos no país e deixado um rasto de destruição.

  • 03/11/2020 09:37:33

    EUA: Elevada participação prejudica recandidatura de Trump

    Washington - Donald Trump encerrou a campanha no Michigan, no mesmo local em que terminou em 2016, enquanto Joe Biden apelou à participação dos democratas e ao voto do eleitorado afro-americano, na Pensilvânia.

  • 03/11/2020 09:16:26

    Líder de Hong Kong viaja até Pequim em busca de apoio económico

    Hong Kong - A chefe do Executivo de Hong Kong viaja hoje para Pequim, onde se vai reunir com as autoridades chinesas, para revitalizar a economia da região semi-autónoma e discutir a reabertura das fronteiras com a China.