Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

12 Janeiro de 2018 | 14h22 - Actualizado em 12 Janeiro de 2018 | 14h22

Ministra da Cultura apela ao patriotismo e criatividade aos agentes do Carnaval

Luanda - A ministra da Cultura, Carolina Cerqueira, apelou, nesta sexta-feira, ao patriotismo e ao poder criativo dos integrantes dos grupos carnavalescos, para que nos dias 10, 11 e 13 de Fevereiro se possa dançar o Carnaval nas ruas e bairros do país.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Ministra da Cultura, Carolina Cerqueira (centr.)

Foto: Clemente

Em entrevista à imprensa no final de um encontro com os responsáveis dos grupos carnavalescos de Luanda para uma abordagem sobre o ponto de situação do Entrudo 2018, Carolina Cerqueira destacou a necessidade de os agentes ligados ao Carnaval, em função da situação actual do país, apostarem no espírito criativo para que possa corresponder à dimensão da cultura angolana.

Diante dos problemas apresentados pelos responsáveis dos grupos carnavalescos, concretamente ligados a recepção tardia do apoio financeiro destinado a compra de material, Carolina Cerqueira afirmou que o Executivo tudo está a fazer para colocar ao dispor das agremiações as condições indispensáveis.

Para o efeito, a governante apelou à calma e ao empenho de todos para que o Carnaval 2018 aconteça dentro do espírito de irmandade e de solidariedade.

Aos grupos, ficou ainda o apelo para se empenhem na busca atempada de patrocínios, não esperando somente o apoio financeiro e material do governo, como forma de melhor se prepararem e se apresentarem nos desfiles.

Carolina Cerqueira anunciou ainda a participação de grupos de outras províncias no Carnaval de Luanda, a título não competitivo, como forma de se começar já a pensar no Carnaval Nacional.

“É uma fase piloto. A ideia é que nos próximos anos possamos ter uma fase final do Carnaval com a participação de grupos de todas as províncias”, reforçou.

Em função da vinda de grupos de outras províncias, a ministra apelou aos colectivos de Luanda para mostrarem-se solidários e ajudem na integração dos mesmos.

Durante o encontro os responsáveis dos grupos manifestaram-se inquietos face ao atraso na distribuição dos apoios, factor que pode contribuir para uma má apresentação nos desfiles na Nova Marginal.

A presente edição do Carnaval de Luanda, segundo a Comissão Provincial, contará com a participação de 13 grupos na classe A, 16 na classe B e 15 na classe C (infantil).

Assuntos Angola   Carnaval  

Leia também
  • 11/01/2018 15:03:19

    Ministra quer música como instrumento de cultura de paz

    Luanda - A ministra da Cultura, Carolina Cerqueira, destacou nesta quinta-feira, em Luanda, a necessidade de os artistas angolanos usarem a música como instrumento de cultura de paz, de dignificação da mulher e de educação da sociedade.

  • 11/01/2018 14:26:19

    Cultura quer transmissão de mensagens de moralização da sociedade

    Luanda - A ministra da Cultura, Carolina Cerqueira, destacou nesta quinta-feira, em Luanda, a necessidade de os agentes culturais apostarem na transmissão de mensagens que ajudem no resgate dos valores morais, cívicos e culturais e na defesa da angolanidade.

  • 11/01/2018 14:24:49

    Bispo da Igreja Tocoista reafirma intervenção nas comunidades

    Luanda - O bispo da Igreja Tocoista, dom Afonso Nunes, reafirmou nesta quinta-feira, em Luanda, a aposta da igreja no apoio de acções destinadas a moralização da sociedade, concretamente ligadas à educação, saúde e resgate dos valores morais e cívicos, contribuindo, desta forma, na construção de uma sociedade sã e justa.