Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

18 Dezembro de 2018 | 22h59 - Actualizado em 18 Dezembro de 2018 | 23h00

Contos de Gociante Patissa já nas mãos dos leitores do Lobito

Lobito - Um ano depois do seu lançamento no Brasil, em Novembro de 2017, o livro de contos "O Homem Que Plantava Aves", do escritor angolano Gociante Patissa, chegou às mãos dos leitores no Lobito, em Benguela, sob chancela da Editora Acácias.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Lobito: Edição angolana do Novo Livro de contos de Gociante Patissa

Foto: Cedida

Com 160 páginas, a obra, publicada primeiramente em 2017 pela Editora Penalux, em São Paulo, Brasil, tem 14 contos e o texto que dá título ao livro “O Homem Que Plantava Aves” faz parte da antologia “Angola 40 anos, 40 Contos, 40 Autores”, publicada em 2015 em comemoração ao 40º aniversário da independência nacional.

Segundo o escritor, a obra atravessa temas complexos, como as memórias da guerra civil que o país viveu ou as sequelas do pós-conflito, mas olhando para os actuais desafios da cidadania.

Para o autor Gociante Patissa, trata-se de ficção, na qual há referências autobibliográficas, assim como do espaço etnolinguístico e cultura Umbundu, que são, no fundo, o cenário dos contos.

Daniel Gociante Patissa, de nome completo, nasceu na comuna do Monte-Belo, município do Bocoio, província de Benguela, em 1978. É licenciado em Linguística, especialidade Inglês, e membro da União dos Escritores Angolanos (UEA), tendo sido distinguido em 2012 com o Prémio Provincial de Cultura e Artes, na categoria de Investigação em Ciências Sociais e Humanas.

Entretanto, a cerimónia de lançamento e sessão de autógrafos do livro de contos “O Homem Que Plantava Aves”, decorreu na Administração Municipal do Lobito. Cada exemplar custa 2.500 kwanzas.

Gociante Patissa publicou: Consulado do Vazio (poesia, 2008), A Última Ouvinte(contos, 2010), Não Tem Pernas o Tempo (novela, 2013), Guardanapo de Papel (poesia, 2014), Fátussengóla, O Homem do Rádio que Espalhava Dúvidas (contos, 2014) e Almas de Porcelana (poesia, 2016).

Leia também
  • 31/01/2019 22:36:23

    Pepetela preocupado com o encerramento de livrarias

    Luanda - O escritor angolano Artur Pestana "Pepetela " mostrou-se hoje quinta-feira em Luanda , preocupado com o encerramento de algumas livrarias, por dificuldades na aquisição de livros no exterior .

  • 28/01/2019 12:49:02

    Associação quer Carnaval do Lobito como atractivo turístico

    Lobito - O vice-presidente da Associação do Carnaval do Lobito (ACL), Madaleno Constantino, anunciou hoje, segunda-feira, a intenção de fazer do Entrudo uma marca daquela cidade da província de Benguela, a fim de ser reconhecido a nível nacional.

  • 25/01/2019 04:22:28

    Autoridades do Lobito pedem que promotores cumpram regras de espectáculos

    Lobito - O director da Repartição Municipal dos Assuntos Sociais do Lobito, Henrique Pascoal, alertou, esta quinta-feira, aos promotores de eventos para a importância de cumprirem com rigor as regras sobre promoção de espectáculos e divertimentos públicos, sob pena de incorrerem em pesadas multas.

  • 25/01/2019 04:14:00

    Congresso da mocidade Baptista junta centenas de fiéis no Lobito

    Lobito - Perto de trezentos fiéis da Igreja Convenção Baptista de Angola (CBA) participam desde a última quinta-feira até sábado, na cidade do Lobito, em Benguela, no 18º Congresso Nacional da Mocidade, com a finalidade de despertar os jovens para serem vocacionados na sociedade.