Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

16 Abril de 2018 | 12h10 - Actualizado em 18 Abril de 2018 | 10h44

Museu Regional da Huíla com mais de mil peças inventariadas

Lubango - Mil e 869 peças de colecção etnográfica, simbolizando hábitos e costumes dos povos do sul de Angola (Huíla, Cunene, Namibe e Cuando Cubango) estão catalogadas no Museu Regional da província da Huíla desde 2004, algumas em exposição e outras em depósito.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Museu Regional da Huíla

Foto: JOSÉ FILIPE

Huíla: Soraia Ferreira - directora do muesu regional

Foto: Amélia Oliveira

A informação foi avançada hoje, segunda-feira, à Angop, na cidade do Lubango, pela directora do Museu Regional da Huíla, Soraia Ferreira, tendo detalhado que da colecção constam trezentas peças em exposição e outras mil e 569 que se encontram armazenadas num depósito, devido a falta de espaço na instituição.

Além do conjunto etnográfico, a responsável fez saber que o museu possui igualmente um acervo fotográfico, com duas mil imagens, que retratam o processo de construção da cidade do Lubango e penteados tradicionais de mulheres do sul do país.

“Temos ainda uma colecção com cerca de 200 selos, mil postais e 30 moedas de kwanza e escudos, bem como uma colecção arqueológica do período paleolítico superior, assim como um conjunto bibliográfico com cinco mil livros”, acrescentou. 

Referiu que a direcção do museu tem estado a trabalhar para melhorar, cada vez mais, os serviços prestados ao público, com a implementação de diversos projectos com destaque para o “Museu ao encontro das comunidades” e o “Contador de Estórias”.

Apontou a remodelação da exposição museológica como um dos projectos mais ambiciosos da instituição, tendo salientado que para a materialização desse plano o museu carece de apoios por parte de patrocinadores.

Essa remodelação, explicou, tem o objectivo de tornar a exposição mais moderna e atractiva para os visitantes.

O Museu Regional da Huíla alberga ainda uma colecção etnografia portuguesa, em fase de inventariado, além de estátuas e bustos de personalidades da época colonial como Luís de Camões, João de Almeida, Hagapito de Carvalho, entre outras individualidades.

O museu funciona desde 1956 e possui oito salas temáticas, divididas por áreas que retratam a história e o modo de vida dos povos sul de Angola, como a pastorícia e caça, instrumentos musicais, crenças, poder e espiritualidade, objectos de adorno, agricultura, pescas, cestaria, olaria, entre outras actividades.

Assuntos Museus   Província » Huíla  

Leia também
  • 17/04/2018 19:00:44

    Carência financeira dificulta restauro de monumentos na Huíla

    Lubango - O sector da Cultura da província da Huíla tem escassez financeira para o seu programa de restauro dos monumentos e sítios históricos e arqueológicos da região.

  • 15/04/2018 17:08:43

    Telenovela "A maldita herança" gravada no Lubango

    Lubango - Uma telenovela angolana intitulada “A maldita Herança” começou sexta-feira última, a ser gravada no Lubango, província da Huíla, por meio de uma firma privada denominada “PT- Produções”, num processo que deve durar nove meses.

  • 13/04/2018 14:50:20

    Mais de cinco mil cidadãos visitam Museu Regional da Huíla

    Lubango - Cinco mil e 200 cidadãos, entre nacionais e estrangeiros, visitaram de Janeiro a Dezembro de 2017 o Museu Regional Etnográfico da Huíla informou hoje, sexta-feira, na cidade do Lubango, a directora da instituição Soraia Ferreira.