Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

11 Junho de 2019 | 17h11 - Actualizado em 15 Junho de 2019 | 05h52

Mbanza Kongo e Soyo repartem Festikongo

Mbanza Kongo- A exiguidade de unidades hoteleiras na cidade de Mbanza Kongo, capital da província do Zaire, vai obrigar a transferência de algumas actividades da primeira edição do Festival Internacional da Cultura, Artes e Turismo (Festikongo), a decorrer de 5 a 8 de Julho deste ano, para o município do Soyo.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Zaire: Pedro Makita Armando Júlia, Governador Provincial

Foto: Pedro Muniz Vidal

O facto foi anunciado, nesta terça-feira, em Mbanza Kongo, pelo governador provincial, Pedro Makita Armando Júlia, quando falava no encontro do conselho de auscultação da comunidade.

Justificou que, entre outras razões, o Soyo, que dista a mais de 300 quilómetros de Mbanza Kongo, detém uma vasta rede hoteleira capaz de acomodar muitas delegações.

O governador informou que neste certame participarão entidades nacionais e internacionais, com destaque para os peritos do Património Mundial da Unesco.

Caravanas artísticas dos países que integravam o antigo território do Reino do Kongo ( RDC, Congo Brazzaville e Gabão), para além de representantes do Benin e dos Camarões também participarão neste evento.

O  Festikongo faz parte das nove exigências colocadas pela Unesco aquando da inscrição do Centro Histórico da capital do antigo Reino do Kongo na lista do Património Mundial, a 8 de Julho de 2017.

Segundo a mesma recomendação, este evento deverá realizar-se, durante três anos consecutivos, em Mbanza Kongo, cabendo depois as autoridades nacionais e locais definir a periodicidade para a sua promoção nos anos subsequentes, sempre na mesma cidade.

Dados fornecidos pelo director do Gabinete Provincial do Zaire da Cultura, Turismo e Juventude e Desportos, Biluka Nsakala Nsenga, dão conta de que a rede hoteleira da cidade de Mbanza Kongo dispõe, actualmente, de mais de 300 quartos, insuuficientes para atender a demanda.

Biluka Nsenga, que falava à Angop à margem do encontro do conselho de consultação da comunidade, avançou que a agenda de actividades inclui espectáculos musicais, feira de livros, discos, gastronomia, desfile de moda, workshops e outras.

O Sítio Histórico de Mbanza Kongo ostenta a categoria de Ptrimónio Cultural da Humanidade, desde 8 de Julho de 2017, atribuída pela Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO).

Mbanza Kongo foi a capital do antigo Reino do Kongo, que abarcava Angola, República do Congo, República Democrática do Congo (RDC) e o Gabão.

A actual capital da província do Zaire conta com cinco bairros: Sagrada Esperança, Álvaro Buta, Martins Kidito, 4 de Fevereiro e 11 de Novembro, com uma população estimada em 155 mil e 174 habitantes.

O português e o Kikongo (língua materna) são os idiomas mais falados na localidade, incluindo também o Lingala, dialecto originário da RDC, dada a proximidade com este país.

Assuntos Cultura   Província » Zaire  

Leia também
  • 15/06/2019 05:51:59

    Festikongo pode dinamizar turismo cultural em Mbanza Kongo

    Mbanza Kongo - Os munícipes de Mbanza Kongo, província do Zaire, manifestaram-se sexta-feira, optimistas de que o Festival Internacional da Cultura e Artes (Festikongo), a realizar-se de 5 a 8 de Julho deste ano, nesta cidade, vai dinamizar o turismo cultural e científico.

  • 13/06/2019 22:59:41

    Top dos Mais Queridos homenageia "Cantares da Terra"

    Luanda - A edição 2019 do Top dos Mais Queridos, a ser realizada no dia 5 de Outubro, vai homenagear os "Cantares da Terra", anunciou hoje, quinta-feira, o representante da comissão organizadora, Agnaldo Cahilo.

  • 13/06/2019 14:21:24

    Bienal da CPLP antecipada para este mês

    Luanda - A 9ª edição da Bienal de Jovens Criadores da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), inicialmente prevista para Julho, realiza-se entre os dias 24 a 28 deste mês, na capital angolana (Luanda), com a participação de 200 jovens, na ordem de 20 por cada país.