Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

27 Maio de 2020 | 17h09 - Actualizado em 27 Maio de 2020 | 17h09

Artistas clamam por apoios do governo no Cuanza Sul

Sumbe - Proprietários de casas de cultura e fazedores de artes, na cidade do Sumbe, província do Cuanza Sul, clamam por apoio financeiro do governo e material para continuarem a desenvolver as suas actividades.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Os artistas manifestaram o apelo hoje ao administrador municipal do Sumbe, Adão da Silva Pereira, durante a sua visita às casas de cultura e fazedores de artes, no âmbito das celebrações dos 64 anos da cidade, que se assinala nesta quinta-feira (28).

Os homens da cultura manifestaram ao gestor do município a necessidade de mais 12 formadores para artes plásticas, canto e cinema, bem como para aulas de inglês e de xadrez.

De acordo com Carlos Francisco, responsável da casa de cultura e arte da Assaca, a instituição que dirige, com mais de um ano de existência, possui apenas seis formadores para mais de 300 crianças, número que considera insuficiente para dar resposta a necessidade existente de formação.

Já o representante da Casa Seles, no bairro da Pedra, sem especificar o valor, disse que necessita de apoio financeiro para ampliar uma biblioteca, adquirir livros, reabilitar um salão de festas e comprar material para um estúdio de gravação.

Em resposta às inquietações dos munícipes, Adão da Silva Pereira referiu que vai trabalhar com empresários ligados ao sector, de formas a encontrar ajuda.

A Administração Municipal do Sumbe controla cerca de cinco casas de cultura e mais de 80 fazedores de artes.

Constam ainda do programa de actividades alusivas ao aniversário da cidade do Sumbe, palestras sobre “O turismo como fonte de rendimento”, “Pescas e desenvolvimento sustentável”  e “O sistema de gestão municipal”.

Leia também
  • 22/05/2020 21:25:44

    DJ's sem rigisto na SADIA condicionados

    Luanda - A Sociedade Angolana dos Direitos Autorais (SADIA) aconselha os Disco Jockeys e produtores musicais a filiarem-se nessa instituição e registarem as suas obras, para protecção e desenvolvimento das suas actividades profissionais sem quaisquer impedimentos.

  • 04/05/2020 17:50:34

    UNAC pretende aproveitar espaços culturais

    Lubango - A União Nacional dos Artistas e Compositores (UNAC) pretende, ainda este ano, iniciar contactos com os governos provinciais para melhor aproveitar os espaços culturais do país, para aumentar o número de produção e exibição de peças artísticas.

  • 25/04/2020 13:58:08

    Autoridades no Zaire propõem novos sítios históricos à património nacional

    Mbanza Kongo - Sete monumentos e sítios históricos localizados nos municípios da província do Zaire foram propostos, pelas autoridades, para lista de património cultural nacional, deu a conhecer hoje (sábado) o chefe do museu dos Reis do Kongo, Lutandila Lunguana.