Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

14 Junho de 2018 | 17h51 - Actualizado em 14 Junho de 2018 | 17h54

Província de Malanje precisa de 10 magistrados

Malanje - A província de Malanje carece de mais 10 magistrados do Ministério Público, para a melhoria e expansão dos serviços de justiça nos 14 municípios, anunciou nesta quinta-feira, o subprocurador-geral da República, Carlos dos Santos.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A província possui 13 magistrados.

Em declarações à Angop, o subprocurador-geral da República em Malanje, informou que apenas quatro, dos 14 municípios que compõem a província, têm representação da procuradoria.

Trata-se dos municípios de Malanje, Cacuso, Calandula e Caculama.

Para si, o reduzido número de magistrados condiciona a celeridade processual, ante a elevada demanda dos serviços do Ministério Público na região.

Carlos dos Santos descartou, entretanto, a existência de casos de excesso de prisão preventiva nas unidades penitenciárias da província.

Relativamente aos crimes de corrupção em Malanje, o magistrado admitiu haver alguns processos em instrução preparatória e outros em fase judicial, sem no entanto avançar mais detalhes.

Cuanza Sul

Seis juízes de direito, designados para a província do Cuanza Sul, iniciaram nesta quinta-feira as suas funções.

Trata-se dos juízes Osvaldo Pedro da Costa e Mário Eugénio, ambos para o município da Cela, Daniel Ferreira (Porto Amboim), Clovester Pedro Manuel (Amboim), assim como Domingas de Carvalho e  Carla Paulo (Sumbe).

Na apresentação dos magistrados, o juiz presidente do Tribunal Provincial do Cuanza Sul, Pedro de Nazaré Pascoal, recomendou determinação e capacidade de decisão dos casos judiciais.

Já o governador do Cuanza Sul, Eusébio de Brito Teixeira, assegurou uma colaboração institucional, na criação de condições para a administração da justiça nos municípios da província.

Durante o primeiro trimestre deste ano, o tribunal provincial recepcionou 229 processos crimes, 45 processos cível, 65 de família, 13 de julgados de menores e  três de trabalhos.

Uíge

O novo sub-procurador geral da República Titular para a província do Uíge, Víctor Ramos, foi apresentado na quarta-feira aos membros do governo provincial, magistrados judiciais e do ministério público, entre outros.

O magistrado foi orientado pelo procurador-geral adjunto da República e Acompanhante da PGR no Uíge, Agostinho Eduardo dos Santos, que defendeu o combate à corrupção e à impunidade.

O governador da província, Pinda Simão, manifestou a disposição do governo em colaborar com o magistrado público, na prevenção e fiscalização da legalidade.

Leia também
  • 05/02/2019 20:51:37

    Norberto Garcia é interrogado na quarta-feira

    Luanda - O réu Norberto Garcia, antigo director da Unidade Técnica para Investimento Privado (UTIP), vai ser interrogado esta quarta-feira durante a 9ª sessão de julgamento da Burla Tailandesa que decorre na 1ª Câmara Criminal do Tribunal Supremo.

  • 05/02/2019 05:43:18

    Pinda Simão enaltece sacrifício dos nacionalistas

    Uíge - O governador provincial do Uíge, Pinda Simão, enalteceu o empenho dos heróis de 04 de Fevereiro, que deram à sua vida e consentiram sacrifícios para o alcance da independência nacional.

  • 05/02/2019 00:46:39

    Município de Camacupa ganha novas infraestruturas sociais

    Camacupa - A população do município de Camacupa, província do Bié, ganhou novas infra-estruturas sociais, inauguradas segunda-feira no quadro das celebrações do Dia do início da Luta Armada.

  • 04/02/2019 16:37:21

    Inauguração de vários empreendimentos marca 53º aniversário do início da Luta Armada

    Camanongue - A inauguração de um Jango para os antigos combatentes e veteranos da pátria e do Centro Infantil Comunitário (CIC), hoje, segunda - feira, na sede municipal de Camanongue, pelo governador provincial do Moxico, Gonçalves Muandumba, marcou as comemorações do 53º aniversário do início da luta armada em Angola.