Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

12 Julho de 2018 | 23h12 - Actualizado em 13 Julho de 2018 | 00h00

FNLA realiza manifestação para renúncia do presidente Lucas Ngonda

Luanda - Uma manifestação para exigir a retirada de Lucas Ngonda da presidência da FNLA e a promoção de um diálogo franco e de reconciliação será realizada, na primeira quinzena de Agosto próximo, em Luanda, pelos militantes do partido.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

A informação foi avançada na quinta-feira, em Luanda, pela porta-voz da comissão organizadora da manifestação, Lucinda Roberto da Costa, durante uma conferência de imprensa realizada numa das unidades hoteleiras do país.

Segundo a porta-voz, não se trata de mais uma ala na FNLA, mas sim de militantes que, preocupados com a formação, buscam formas para a reconciliação interna e revitalização do partido, tendo em conta a necessidade deste participar nos desafios de Angola.

Os referidos militantes, explicou Lucinda Costa, estão comprometidos com os estatutos do partido e com o legado deixado pelo fundador da FNLA, Holden Roberto.
 

Sobre os congressos da FNLA realizados nas províncias de Luanda e do Huambo, que elegeram Fernando Pedro Gomes e Lucas Ngonda como presidentes do partido, disse estarem eivados de irregularidades, porquanto compete ao presidente, segundo os estatutos, a convocação de um conclave ordinário com um ano de antecedência, dando tempo para a respectiva preparação.

Antes da convocação, o assunto deve ser abordado pelo Bureau Político e pelo Comité Central e garantida a participação destes membros, coisa que não aconteceu no congresso do Huambo, realizado por Lucas Ngonda.

O congresso de Luanda foi convocado pelos membros do comité central e não contou com a participação do presidente do partido.

"Por este facto, não nos revemos em nenhum dos eventos realizados nas duas províncias", frisou a porta-voz da comissão organizadora da manifestação, criada a 9  Junho do corrente ano, durante uma assembleia de militantes que exigem do presidente reconhecido pelo Tribunal Constitucional, Lucas Ngonda, a renúncia do cargo no partido.

Assuntos FNLA  

Leia também
  • 29/10/2018 08:45:04

    FNLA realça progressos em projectos sociais

    Sumbe - A ampla visão estratégica do Presidente da República, João Lourenço, sobre o país vai contribuir no alcance do almejado desenvolvimento e progresso social de Angola, afirmou sábado, na capital provincial do Cuanza Sul (Sumbe), o secretário-geral da FNLA, Pedro Mucombe Dala.

  • 25/10/2018 17:35:43

    Tribunal Constitucional inválida reunião do Comité Central da FNLA

    Luanda - O Tribunal Constitucional declarou inválidos os actos e deliberações adoptadas pelo Comité Central da FNLA, na sessão orientada por Lucas Ngonda nos dias 10 e 11 de Fevereiro do corrente ano, por irregularidades registadas, indica o acórdão do plenário deste órgão.

  • 09/10/2018 16:07:39

    Fernando Gomes acusa Lucas Ngonda de querer destruir a FNLA

    Luanda - O presidente de uma das alas da Frente Nacional de Libertação de Angola (FNLA), Fernando Pedro Gomes, insurgiu-se contra a actuação de Lucas Ngonda e da ala que o quer destituir da presidência do partido.

  • 14/09/2018 11:27:53

    Lucas Ngonda nega diálogo com militantes

    Luanda - O presidente da FNLA, Lucas Ngonda, negou a possibilidade de dialogar com os militantes que efectuaram vigílias defronte a sede do partido, para, entre outros, exigir a sua renúncia do cargo.